Cabelos lisos dominam menos a publicidade para a TV

Clique e ouça:

A publicidade brasileira para a tv até pouco tempo era dominada por um padrão de beleza considerado como o ideal: os cabelos lisos. Mais do mesmo a cada intervalo comercial, sem diversidade e representatividade capilar. Mas, a história começa a mudar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um estudo recente mostrou que nos últimos anos o “padrão” perdeu terreno para cabelos ondulados, volumosos e poderosos! Muito em função do aumento da participação de pessoas negras na publicidade.

Leia também: Pai encomenda boneca personalizada parecida com a filha

A pesquisa ‘Todxs – Uma Análise da Representatividade na Publicidade Brasileira’, produzida pela agência Heads e publicada no site Meio & Mensagem, avaliou cerca de 1822 inserções televisivas coletadas durante uma semana do mês de fevereiro. A agência constatou que 53% dos personagens dos filmes publicitários possuem cabelos ondulados, superando pela primeira vez a presença de cabelos lisos – 26% de participação.

Para se ter uma ideia sobre o que isso significa, em 2016, quando foi lançada a terceira edição do Todxs, 62% dos papéis na publicidade eram vividos por pessoas de cabelos lisos – bem à frente dos cabelos ondulados (5%).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mesmo assim, os números mais recentes não refletem a diversidade capilar da população brasileira. É o que pensa Isabel Aquino, diretora de planejamento da Heads e responsável pela pesquisa:

“Todo esse movimento em torno da transição capilar e valorização do cabelo natural não é moda, mas uma conscientização que veio para ficar. O processo de assumir os cabelos da forma como são e de ter liberdade para usá-los dessa forma é algo afirmativo e positivo, sobretudo para as crianças, que por muito tempo sofreram bullying e sentiram-se envergonhadas do próprio cabelo. É uma transformação muito importante para a sociedade”.

Outro dado interessante do estudo revela que houve um aumento da quantidade de homens negros nos comerciais televisivos – 57% desde a última avaliação, realizada há seis anos. Enquanto o número de mulheres negras subiu de 3 para 16%. Ainda falta muito caminho para as agências repararem a falta de diversidade na publicidade, mas elas já estão na corrida!

crédito da foto: Reprodução/L’Oréal Paris Brasil

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,051,983FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,426SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Sambista Arlindo Cruz volta a falar três anos depois do AVC

O cantor Arlindinho, filho de Arlindo Cruz, deixou uma mensagem em suas redes sociais que nos encheu de alegria: após mais de três anos...

Mãe que anunciou faxina por R$ 20 para alimentar filhos comove internautas e recebe R$ 53 mil em doações

A jovem mãe Liliane está desempregada e as faxinas foi o meio que encontrou pra não faltar comida em casa.

Instagram

Cabelos lisos dominam menos a publicidade para a TV 13