Companheira de todas as horas, cachorra se recusa a sair de perto da dona com câncer

Casados há quase seis anos, Gustavo e Vivian adotaram a cachorra Nina pouco antes do noivado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando passaram a morar juntos, o casal naturalmente levou a cachorrinha para viver com eles. Com toda uma vida pela frente, eles olhavam para o futuro com natural entusiasmo e felicidade.

Infelizmente, exatos seis meses após o casamento, Vivian começou a manifestar constante fraqueza nas pernas. Entre uma entrada e outra no hospital, ela subitamente perdeu a capacidade de andar.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Após muitos exames, uma terrível notícia chegou para a família: foi encontrado um tumor de 15 cm que comprimia a sua coluna e tentava invadir o pulmão, fazendo Vivian perder os movimentos dos membros inferiores.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Consternada com toda a luta que viria a seguir, ela só conseguia pensar em como tudo aquilo também seria desgastante para o marido e para Nina.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Começou então a dura rotina de hospital e internações. O objetivo da equipe médica era descomprimir a coluna e retomar os movimentos das pernas de Vivian para depois começar a quimioterapia.

Após a cirurgia de Vivian, Nina parecia saber que a mamãe precisava de ajuda.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Achei incrível a Nina não pular, ela percebeu que a mamãe estava de andador e que precisava de cuidados, assim, grudou na Vivian e balançava o rabinho pra mostrar o amor, sem os pulos de costume”, disse Gustavo.

O apoio da família foi crucial nessa fase do tratamento.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Nesse meio-tempo, eram realizadas videochamadas entre Vivian e Nina, que animavam e entretiam a tutora em meio às sessões de quimioterapia. “Estava com muita saudade dela.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Aquela japonesa fofa não estava mais corada, não queria comer mais, simplesmente estava se entregando. Para a minha sorte, a Dra Silvana, [oncologista que acompanhava Vivian], a autorizou a descer do quarto para ficar com a Nina em uma área externa pertencente ao hospital”, diz Gustavo.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

“A Vivian chorava de alegria, a Nina estava tão feliz que não se continha, chorava em meio a lambidas e esfregões nas pernas da mamãe”, diz Gustavo.

Leia tambémMulher adota cachorra idosa e descobre que era o mesmo pet que ela teve na infância

Essa melhora psíquica de Vivian foi notada pelos médicos e enfermeiros do hospital, e assim, ela passou a ter mais contato com a cachorra nas épocas de quimioterapia e nas internações.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

“Vale frisar que a Nina passava mal ao ver eu e a Vivian fazendo as malas para as internações, ela ficava muito triste e tinha que tomar remédios”, acrescenta Gustavo.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Finalmente, o tratamento chegou ao fim em junho de 2015, após um ano de cirurgias (coluna, pulmão), quimioterapias e radioterapias. Gustavo diz que nunca ninguém da família sugeriu ao casal doar Nina. Havia até disputa para cuidar da Nina, pois quando Vivian internava, Gustavo dormia no hospital para cuidar e  motivar a esposa.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

“Meu irmão Guilherme que cuidou da Nina em todas internações e era responsável pela videoconferência! E ah se não fizesse! A Vivian sairia de cadeira de rodas até a casa dele para dar umas porradas”, diz Gustavo.

Leia também: Após uma vida aprisionada, cachorra é adotada por lar de idosos um dia antes da eutanásia

Tudo acabou bem: Gustavo e Vivian trabalham normalmente, enquanto Nina ganhou mais duas irmãzinhas, Lana e Maya.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Há alguns meses, Nina foi homenageada com uma tatuagem. “Nunca vamos esquecer de todo amor que ela nos deu”, diz Gustavo.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Atualmente com 9 anos de idade, Nina começou a ficar cega de um olho devido à catarata.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

Agora, é a vez dos seus amorosos donos darem a ela toda a assistência necessária para sua cura.

cachorra acompanha tratamento da dona com câncer

“Nina, te amamos mais que tudo, mais do que a nós mesmos. Nossa eterna filha”, essa foi a frase que o casal quis deixar como agradecimento à sua fiel cadelinha. Lindo demais, né?

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Catioro Reflexivo/Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM





Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,272,461SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escritor africano consegue emprego em sua área após 12 anos de procura no RJ e desiste de deixar o país

Foram 12 anos de luta até o escritor e imigrante guineense Eliseu Banori finalmente conseguir uma oportunidade de trabalho em sua área de atuação,...

Vovó atleta! Ela tem 85 anos e bateu vários recordes no salto com vara

Florence Filion Meile, a "Flo", já acumula quase 800 medalhas no salto com vara. Ela ostenta com muito orgulho cada um dos seus títulos...

Mais oportunidades: detento é medalhista na Olimpíada Brasileira de Matemática

O preconceito enraizado de toda a sociedade contra pessoas presas impede a gente de enxergar o potencial que cada uma delas carrega. Não deveria...

Garoto de 5 anos pede café da manhã em carta para Papai Noel e desconhecidos fazem surpresa

Na hora de pedir ao Papai Noel um presente, Nathanael Silva, de 5 anos, não escolheu uma bola ou um carrinho. Ele pediu um...

Filho interrompe videoaula do pai professor para mostrar que perdeu dentinho

"Papai, papai, papai, papai! Quero te mostrar uma coisa legal". Foi assim que o pequeno Miguel chegou no meio da videoaula do pai e...

Instagram