Cachorra atropelada de propósito é resgatada por voluntários, passa por cirurgia e volta a andar

Um ato de maldade, desses que causam revolta, provocou foi muito amor e carinho no coração de várias pessoas. A história da cachorra Olívia, que começou com um atropelamento proposital, terminou de uma forma muito mais bonita.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Câmeras de segurança flagraram o momento em que homens atropelaram a cadelinha de propósito. Não por menos, a cena sensibilizou várias pessoas, que se mobilizaram para cuidar do animal. E em cada lugar que os voluntários pediam ajuda para Olívia, contando a sua história, novos voluntários se somavam a essa linda causa.

Quem despertou primiero para a história foi o comissário e piloto Ricardo Zeller. Ele viu as imagens do atropelamento e decidiu que tinha que cuidar de Olívia. Primeiro, ele acionou uma protetora de animais, Newa Carvalho, para resgatar a cadela na Ilha do Governador (RJ).

Cachorra
Foto: reprodução/Instagram @ricardo_zeller

Depois, eles a levaram até uma clínica veterinária, que doou os exames. Lá foi constatada uma fratura de fêmur por conta do acidente. A cachorrinha não conseguia nem andar. 😩 Em seguida, passou a ser acompanhada por uma veterinária, a Érica Dias, que também se prontificou a atender de graça.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Raio-x de ossos de cachorra
Olívia quebrou o fêmur. Foto: reprodução/Instagram @ricardo_zeller

Cachorra com fralda
A cachorrinha precisou até usar fraldas. Foto: reprodução/Instagram @ricardo_zeller

Com a gravidade da lesão, Olívia precisou passar por cirurgia, e foi aí que Ricardo conseguiu mobilizar ainda mais pessoas. Ele fez uma campanha na internet para custear a operação e os internautas, ao saberem do caso, ajudaram em tudo, desde a medicação até dinheiro para a cirurgia.

Cachorra em sala de cirurgia com veterinário
Olívia foi operada pelo veterinário Wnaderley Severo. Foto: Rreprodução/Instagram @ricardo_zeller

Olha a recuperação da cadelinha, depois de tudo o que aconteceu:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É impressionante vê-la andando assim depois de tudo o que passou. “Foi uma sensação de alegria e de alívio vê-la andando”, disse Ricardo. “Conseguimos tudo isso com ajuda de pessoas próximas, amigos, familiares e de gente que nunca nem vimos na vida, mas que se fizeram presentes em cada doação para nossa princesa”, disse a protetora Newa Carvalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Homem e mulher segurando cachorra na rua
Newa e Ricardo cuidaram da cadela Olívia. Foto: reprodução/Instagram @ricardo_zeller

Mas a missão desses voluntários com Olívia não tinha terminado. Os exames constataram, ainda, que a cachorra, que já é bem velhinha, está com câncer de mama. Os voluntários agora buscam doações para fazer uma cirurgia de retirada do tumor e a castração. E nós temos certeza que eles vão conseguir 🤞

Cachorra
Foto: reprodução/Instagram @ricardo_zeller

Vida longa à Olívia!

Conheça esta outra história, que incrível! Mulher adota cachorrinha e descobre que se tratava do mesmo pet que ela criou quando criança.

Selo Conteúdo Original Razões para Acreditar

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,769,066SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

[VÍDEO] Gari dá verdadeira aula de história para explicar o racismo no Brasil

Tudo começou quando o gari Jr Jota publicou 2 fotos em seu Facebook. A primeira, era de um grupo de médicos brasileiros onde não...

Comoventes retratos de crianças com seus queridos brinquedos e cobertores inseparáveis

A fotógrafa de Washington, Anna Ream, fez retratos de crianças segurando seus queridos brinquedos e cobertores para sua série chamada Comfort Objects (Em português:...

Domino’s Pizza contrata homem que pedia dinheiro na rua com caixas da pizzaria, na Nova Zelândia

Tem histórias da vida real que mais parecem filme, não é gente? É o caso do Wallace, que morava nas ruas e usava um...

Menina de 13 anos monta sozinha biblioteca em comunidade no RJ e pede apoio para reforma do espaço

Lua é daquelas jovens que a gente tem muito orgulho de contar a história. Ela tem apenas 13 anos e, sozinha, garimpou bastante para...

Aplicativo permite fazer doações sem tirar nenhum dinheiro do bolso

Mudar o mundo ficou mais simples, fácil e rápido com o aplicativo para smartphone “Ribon”. Desenvolvido por três universitários, o app possibilita a experiência...

Instagram