Cachorra carrega corpo de cria carbonizado em incêndio na Espanha para enterrá-lo

A foto de uma cachorra carregando um filhote de cachorro carbonizado nas florestas do monte Fragoselo, em Vigo, na Espanha, correu o mundo na semana passada. O que muitas pessoas achavam ser um cachorro, na verdade, é uma cadela, e ela se chama Jacki.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O registro comovente é do fotojornalista Salvador Sas, da agência EFE. Ele estava na vila de Chandebrito, localizada no município de Nigrán, na província de Pontevedra, quando viu a cadela em uma rua carregando com a boca o que a princípio parecia ser um pedaço de madeira carbonizado. Moradores da região disseram depois que Jacki vinha de um lugar onde tinha uma ninhada com uma cadela.

Jacki firmava o passo, incansavelmente, para resgatar corpos de animais carbonizados nos incêndios em Chandebrito e Fragoselo para depois enterrá-los em buracos cavados num campo vizinho à Igreja de Chandebrito.

A atitude da cachorra não surpreendeu uma moradora de Fragoselo. Ela disse que Jacki é bastante inteligente, que sempre é vista andando de lá para cá. A moradora ainda sugeriu que o filhote que Jacki carregava pode ser seu, e não de outra cadela. Independente da cria ser ou não sua, a foto vai entrar para a galeria das mais comoventes do ano.

Foto: Salvador Sas / Via e Via

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,864,101SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Piloto da Azul retorna para buscar senhora que perdeu voo e precisava ver a mãe na UTI

Atendimento humanizado que fala, né? Um piloto da Azul retornou para buscar uma senhora que perdeu o voo e precisava ver a mãe na...

Escola cria ‘pizza beneficente’ para ajudar professora que teve carro roubado

Uma ação que verdadeiramente emocionou a todos aconteceu em Umuarama, no Paraná, na Escola Lig Educação Infantil. A professora Kelly Busch que teve seu...

Aos 94 anos, atleta idosa corre 3 vezes por semana de 7 a 12 km e brinca: ‘Vovó corredora’

Aos 94 anos de idade, a dona Adelmira Adão mantém uma rotina de dar inveja: três vezes por semana, antes das cinco horas da...

Policiais surpreendem menino com festa temática e bicicleta personalizada em SP

Peterson Thobyas, 5, ganhou uma festa surpresa dos policiais militares da 3ª Companhia do 6º BPM/I para comemorar o seu aniversário. Como um bom...

Homem que andava até 25 km por dia a pé distribuindo currículos consegue emprego: “Tô muito feliz”

A longa caminhada de seu Wladimir Rodrigues, de 57 anos, parece ter encontrado seu destino. O homem, que estava desempregado e caminhava até 25...

Instagram