Cachorrinha paraplégica ganha cadeira de rodas adaptada graças à ajuda de desconhecidos

A cachorrinha Pumpkin, da raça west terrier, nasceu com uma paralisia permanente nas duas patas traseiras. Devido à deficiência, ela se acostumou a locomover-se arrastando pelo chão com a ajuda das patinhas dianteiras.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa rotina aliada à falta de acessibilidade acabava fazendo com que a pequena se machucasse ocasionalmente. Mas tudo isso mudou com a chegada de uma cadeira adaptada, feita sob medida para ela!

Até então, a tutora de Pumpkin, que trabalha com manicure, não tinha condições financeiras de procurar um tratamento adequado para a cadela, menos ainda comprar uma cadeira que garantisse sua locomoção adequada.

Foi aí que ela recorreu às redes sociais, pedindo ajuda para seus seguidores, em sua maioria, desconhecidos. Por meio de uma campanha de financiamento coletivo, foram arrecadados recursos suficientes para o tratamento veterinário e fisioterapia da cachorrinha.

Cachorrinha paraplégica ganha cadeira de rodas adaptada graças à ajuda de desconhecidos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Através da vaquinha, ela também conseguiu uma cadeira de rodas sob medida doada pela ONG Winston’s Wheels, uma instituição filantrópica que presta auxílio a animais com deficiência física.

Hoje, faltando apenas um mês para completar 1 ano, Pumpkin finalmente possui a independência e acessibilidade que tanto ansiava!

Rachel Wettner, gerente e voluntária da ONG Winston’s Wheels, conta que ela mesma é tutora de um cão com deficiência que passou 9 anos sem receber ajuda até ser adotado por ela.

“Ele me motivou a fazer algo mais, por isso criei a instituição, para poder ajudar. Quando vi a história de Pumpkin me apaixonei e sabia que poderia fazer algo, e fico muito feliz em saber que agora ela pode levar uma vida melhor e pode correr por aí,” disse Rachel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Enquanto aproveita sua nova cadeira de rodas, Pumpkin aguarda a visita de um veterinário especializado no seu tipo de lesão que irá avaliar se é possível corrigir, via cirurgia, sua paralisia motora.

“Temos esse fundo, mas não sei se ele será suficiente, mas faremos tudo por ela, se for preciso, eu vendo até meu carro [para pagar o procedimento cirúrgico]”, concluiu a mãe adotiva da cachorrinha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assista ao vivo os ganhadores do Prêmio Razões para Acreditar, dia 07/12 às 18h! Ative as notificações clicando aqui.

Fonte: Catioro Reflexivo
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,234,546SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

O elefante mais solitário do mundo deixa o zoológico para finalmente ser livre

É sempre muito maravilhoso quando a gente vê que a relação da humanidade com a natureza só melhora a cada dia. Já contamos histórias...

Fazendeiro fofo de 72 anos é o mais novo modelo da Gucci. Veja ensaio!

Gerald Stratford, 72 anos, adora jardinagem e foi convidado pela Gucci para participar de uma sessão de fotos da coleção 'Gucci Off The Grid',...

Homem cria grupo de tricô para ajudar dependentes a largarem as drogas

Teve um tempo que Nelson Mendonça achou que não conseguiria mais largar a dependência química. Foram mais de 20 anos lutando contra o vício que...

Estudantes criam Van que roda até 730 km por dia usando apenas energia solar

Um grupo de estudantes universitários da Holanda completou uma viagem de quase 3.000 km com um veículo movido apenas pela energia do Sol, em...

Blogueira constrói casa sozinha e disponibiliza planta de graça

Ao passo que mansões, edifícios e palácios continuam sendo cobiçados por muitos, uma nova tendência, oposta ao exagero, tem ganhado força pelo mundo: o minimalismo. Nos...

Instagram