Início ETC Animais Cachorro com credencial vigia (e diverte!) surfistas no Pan-Americano

Cachorro com credencial vigia (e diverte!) surfistas no Pan-Americano

No espaço onde acontece as competições de surfe dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, é proibido a entrada de animais de estimação. Porém, há um cachorro em especial que tem até credencial para andar pela área reservada aos atletas, em Punta Rocas.

Os surfistas deram a ele o apelido de Píldora, devido ao seu porte físico. Já os locais apelidaram-no de “Chato de Punta Rocas”.

[Esdras começou a cuidar de animais abandonados aos 14 anos. Hoje, ele mantém um abrigo, mas o espaço é alugado. O jovem protetor precisa comprar um terreno para construir um abrigo próprio. Esdras vai poder acolher mais animais vítimas de maus-tratos com a qualidade de vida que eles merecem! Saiba como ajudá-lo aqui.]

Isso porque o cãozinho ficou famoso por auxiliar na segurança do local das competições. Como um verdadeiro vigia, ele late para todos os veículos que passam por ali e está sempre circulando pela praia para ver se tudo está “nos conformes”.

Ao mesmo tempo, o cachorrinho tem o privilégio de ser o único animal a assistir a primeira competição de surfe do Pan, envolvendo também as modalidades de longboard e stand up paddle.

Cachorro credencial vigiar animar surfistas Pan-Americano

Píldora chamou atenção da surfista brasileira Chloé Calmon, que momentos antes de faturar a medalha de ouro no longboard, pegou-se distraída com o cachorro.

“Na hora (de se concentrar), a gente estava falando de um cachorrinho, que estava passando com uma credencial”, comentou a surfista após vencer a final.

Leia também:

O cãozinho morava nas ruas de Lima quando foi adotado há dois anos por Richard Cerón López, que é um dos seguranças oficiais do Pan. O trabalho do pai foi estendido ao filho, pois Píldora não gosta de ficar sozinho em casa.

Cachorro credencial vigiar animar surfistas Pan-Americano

“Na minha região não há muitos cachorros de rua, mas por aqui tratamos bem os animais. A ideia é que cada vez mais se tenha consciência sobre a importância de ajudar animais de rua, adotá-los e os criar bem. Porque no fim depende de como você o educa, se os trata mal, podem se tornar agressivos e isso não faz bem a ninguém”, afirma o segurança.

Leia também: Cachorrinha é mamãe pela primeira vez e aparece sorrindo ao lado dos filhotes

Cachorro credencial vigiar animar surfistas Pan-Americano

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: UOL/Fotos: Arquivo Pessoal

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,428FãsCurtir
1,682,288SeguidoresSeguir
8,253SeguidoresSeguir
11,000InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadora de Manaus desenvolve plástico biodegradável a partir do cará

Quem já comeu sabe o quanto o cará é saboroso. O tubérculo, que é bem parecido com o inhame, é rico em fibras e...

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Jovem abre espetinho e amigos aparecem para ‘dar uma força’ em Curitiba (PR)

No início deste mês, o usuário @Chrystofer_99 comentou no seu Twitter que planejava abrir um espetinho. A ideia era fazer um 'teste' com sua família,...

Instagram