Cachorro idoso que foi abandonado cego ganha vida nova em um lar cheio de amor

Num dia de muita chuva, sujo de lama, o cãozinho Magoo foi encontrado vagando pelas estradas de terra de Ibiúna, no interior de São Paulo, totalmente desorientado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O cachorro da raça beagle foi usado em experimentos, ficando cego e abandonado à própria sorte quando já não era mais “útil” aos interesses de quem estava por trás das maldades que sofreu ao longo dos anos. 

Felizmente, Magoo, que àquela altura já era um cão idoso, foi resgatado pela ONG local Associação MaxMello de Amparo à Vida Animal, que cuida e promove a adoção de animais vítimas de abandono e maus-tratos. 

mulher sentada em cadeira com seu cachorro na varanda de casa
Magoo conheceu o que é o amor e não larga mais! Foto: Arquivo pessoal/Marisa Craveiros

Ali começava uma nova vida para Magoo, adotado pela administradora de empresas Marisa Craveiros um tempo depois e que não pensou duas vezes em dar uma família e um lar amoroso para seu novo amigo de quatro patas. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Normalmente, os filhotinhos são os que têm preferência. (…) Os idosos, jamais. A adoção é um ato de amor. Agora, adotar um animal idoso, é um ato de amor com caridade e compaixão”, diz Sandra Guilarducci, fundadora da ONG MaxMello, enaltecendo a iniciativa de Marisa de adotar um animal idoso e que não enxerga.

CuidaDoPet

A história do Magoo abre a primeira temporada do podcast CuidaDoPet, produzido pela PremieRpet®, sobre guarda responsável.

Ao todo, são oito episódios, cada um sobre a jornada de um pet. O comunicador Marc Tawil recebe tutores, voluntárias e profissionais que compartilham suas experiências de acolher, cuidar, amar e conviver com os animais de estimação.

banner podcast cuidado pet
Histórias de adoção, o trabalho das ONGs e comportamento pet. Foto: divulgação

“CuidaDoPet coloca em evidência histórias que merecem ser contadas para inspirar e derrubar pré-conceitos sobre os animais que tiveram um passado de abandono e maus tratos. Todos merecem e podem ter uma vida plena e feliz, independentemente de sua origem”, afirma Madalena Spinazzola, diretora de planejamento estratégico e marketing corporativo da PremieRpet®.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ouça a história completa do Magoo e de outros animais resgatados que ganharam uma nova vida nas principais plataformas de áudio, como Spotify, Deezer, Apple Podcast.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,827,226SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

3 motivos para você começar a diminuir o desperdício de alimentos agora!

Alunos e chefs do curso Gastronomia Sustentável, idealizado pela Electrolux, dão dicas e razões para reaproveitar os alimentos ao máximo.

[VÍDEO] Entregadores se reúnem e doam dezenas de fraldas para colega que vai ser pai

Quanta gentileza, gente! Esse grupo de entregadores de aplicativo preparou uma surpresa para um dos amigos, que acabou de descobrir que será papai. O Nilson...

Cristo Redentor é iluminado em solidariedade às vítimas de terremoto na Itália

O Cristo Redentor, símbolo do Rio de Janeiro, foi iluminado nas cores da bandeira italiana, na noite desta quinta-feira, 25. A iniciativa da Arquidiocese...

Jovem pobre com doença rara perde rim, estuda em hospital e é aprovada em medicina

Amanda Vitória. O nome dessa menina não poderia ser outro, ela é mesmo uma vitoriosa. Depois de fazer hemodiálise, perder um rim, passar a...

Após matéria do Razões, gari responsável pela sobrevivência de mais de 400 famílias reencontra filhas e irmãs

A gari Francisca reencontrou filhas que não via há mais de 10 anos e irmãs que não via há 18 anos.

Instagram