Cachorro vítima de maus-tratos e com grave infecção no rosto é acolhido por família de MG

O cachorro Billy passou metade da vida sobrevivendo em um lar negligente, cujo tutor lhe agredia com frequência, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, até ser acolhido por uma nova família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em 2016, o doguinho foi resgatado pela mineira Luciana Nápoli, que não pensou duas vezes em estender a mão para ajudá-lo.

“Ele morava num lugar muito ruim, ninguém estava nem aí para ele, [foi encontrado] cheio de carrapatos e com os olhos e rosto machucados”, relembrou a tutora em um post compartilhado no Facebook.

cachorro acolhido família uberlândia

Na época, o antigo dono de Billy o levou para tomar banho em um pet shop. “Chegando lá, a Tia Carla, funcionária do local, viu ele naquelas condições e mandou um colega chamar a polícia se o dono do cãozinho o que quisesse de volta. Ela o salvou comigo!”, contou Luciana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A jovem era amiga de Carla e tomou ciência da história do cachorro. “Nesse meio-tempo, eu estava procurando um cachorrinho para cuidar do Théo, pois ele tinha perdido seu irmão canino; Billy foi o remedinho para curar a tristezinha do irmão”.

cachorro acolhido família uberlândia

Dias depois, Lu adotou o cãozinho. Com a ajuda de Carla, ele logo se recuperou dos ferimentos e da infecção por parasitas; também ganhou peso e foi dado como apto para adoção.

“Ela e a minha família ficaram tristes com o humano que me deixou ficar doentinho, mas, mamãe prometeu me amar muito. Hoje completo 5 anos em meu lar! Tenho 2 casas, brinquedos, irmãos caninos, duas mães, dois pais, comida do jeitinho que eu gosto, banhos no pet da Tia Carlinha e acima de tudo, muito amor!”, escreveu a mamãe adotiva em um post no Facebook como se fosse Billy.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Minha mãe sempre ganha minhas mordidas, sou bravo, sempre acho que estou em perigo. Mas, mamãe me dá tanto amor que eu estou aprendendo a não morder nela. Minha mãe me ama, jogamos futebol, brincamos de abraçar, de beijos e fotografias. Minha mãe é muito chata com esse tanto de fotos!”.

Deixo para vocês uma mensagem: o amor salva vidas!“, concluiu Luciana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja também:

Fotos: Arquivo pessoal (Facebook)

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Concurso de design busca projetos de soluções para residências mais saudáveis

O mundo vive um momento chave, em que temos que começar a nos mover e promover ações de impacto na sociedade. E nada melhor...

Bia Figueiredo é a única mulher a disputar a Stock Car e foi a primeira brasileira na Fórmula Indy

Se ainda restam dúvidas de que o mundo será dominado pelo público feminino, aí vai mais uma razão para acreditar. Neste ano, Bia Figueiredo...

Designer transforma bitucas de cigarro em pranchas de surfe em SC

Uma iniciativa de um designer de pranchas de surfe tem contribuído para a limpeza de uma praia de Santa Catarina abarrotada de bitucas de...

Menino doa único ovo de casa para leilão beneficente e gesto rende mais de 3 mil reais (GO)

Gustavo tinha apenas um ovo em casa, que uma galinha tinha acabado de botar, mas queria muito ajudar no leilão beneficente em prol de uma casa de idosos na pequena cidade de Caçu, interior de Goiás.

Cadela ganha blusinha, mas a julgar por fotos, não gostou muito do presente: ‘Parece roupa de hopital’

Alguns dias atrás, a cadela Cindy ganhou uma blusinha de presente do irmão de sua tutora. Só que, ao que parece, ela não gostou...

Instagram