Cadela cruza cidade do interior de SP com carne na boca para dar a filhotes

Uma cadela de rua comoveu moradores da pequena cidade de Ariranha (SP), cidade com pouco mais de oito mil habitantes. Ela deu cria em um buraco e fazia uma verdadeira maratona para alimentar os filhotes, até que o segredo foi descoberto por um comerciante que a alimentava e os filhotes foram resgatados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Menina”, nome que o comerciante João Teodoro deu para a cachorrinha, aparecia há um mês, todos os dias, na mercearia onde ele trabalha. Em pouco tempo, ela conquistou o carinho de todos os funcionários. “Ela ficava com a gente, brincava bastante, ela se acostumou com a nossa presença porque a gente cuidava dela, é muito carinhosa”, afirma.

Sempre quando chegava a cadelinha estava cansada e com fome. O comerciante Jucimar Teodoro, que é dono do mercado, passou a oferecer carne, pelo menos três vezes ao dia. “Ela ficava louca com tanta comida, comia muito, vinha umas quatro vezes por dia aqui. Dava impressão que estava com muita fome”, diz.

Mas João começou a perceber algo diferente no comportamento da cadela. Depois de comer, ela enchia a boca de carne e ia embora. “Ela enchia a boca e ia embora levando a carne. Foi quando eu comecei a desconfiar de algo errado e fui sondar o que acontecia”, afirma João.

Curioso, ele seguiu os passos de Menina. Juntos, eles atravessaram a cidade e cruzaram até uma rodovia, em um trajeto que levou meia hora. Segundo ele, a cachorra parecia ansiosa, como pressa de chegar ao local. A caminhada de quase dois quilômetros o levou a descobrir porque todos os dias a vira-lata saia da mercearia com a boca cheia de carne. No local, estavam os filhotes, que ela alimentava com a carne que conseguia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em um esconderijo improvisado, no meio de um barranco de 4 metros, a mãe protegia a ninhada, que não conseguia sair do local. Para chegar até os cachorrinhos, João precisou chamar o Corpo de Bombeiros. “O resgate foi complicado. Os bombeiros desceram o barranco e com medo, os filhotes se calaram. Sem barulho, foi difícil encontrá-los. Só quando eles começaram a chorar conseguimos localizá-los”, diz Marta Félix, protetora de animais e que acompanhou o resgate.

Vice-presidente de uma ONG protetora de animais, Roseli Gutierrez já conhecia a história da cadela. “Essa cachorrinha apareceu no centro da cidade prestes a dar à luz, mas antes de a gente conseguir fazer alguma coisa, ela sumiu”, afirma Roseli.

Comovida, Roseli não pensou duas vezes e levou “Menina” e os filhotes para casa dela. No novo lar, bem mais confortável que o antigo, eles recebem água e comida à vontade, uma recompensa pequena perto do exemplo tão verdadeiro de amor e generosidade. “Essa é uma história que teve um final feliz, mas não é isso que acontece com a maioria dos animais abandonados, que morrem queimados nos canaviais ou atropelados”, afirma. Tanto a cadela quanto os sete filhotes passam bem e serão doados depois que desmamarem.

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12

Via G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,089,429SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Para sustentar filha, viúvo aprende sozinho a fazer tábuas personalizadas

O Tiago ficou viúvo há quatro meses quando a sua esposa não resistiu a um câncer. Sozinho, tenta seguir em frente com a sua bebê de um ano e oito meses.

Garotinha exige que os pais divorciados sejam amigos

O divórcio dos pais sempre afeta as crianças, que levam um tempinho para se adaptar a nova realidade. Mas, a garotinha do vídeo a...

Casal gay de pinguins está junto há 10 anos e adota filhote rejeitado por fêmea

Essa história é um jeito fofo de mostrar que o amor não tem gênero, sexo, idade, raça. Ele apenas acontece. Esses dois pinguins machos vivem como um casal...

Amigos fazem baile de formatura no quarto do hospital para amiga com câncer

Uma garota norte americana chamada Katelyn Norman de apenas 14 anos possui um tipo de câncer que é conhecido por debilitar as pessoas que...

Campanha contra o câncer infantil deixa personagens de desenho carecas

Para mostrar que as crianças com câncer também podem aproveitar a infância como qualquer outra, desenhos animados famosos ficam carecas no Dia Nacional de...

Instagram

Cadela cruza cidade do interior de SP com carne na boca para dar a filhotes 2