Cadelinha cuida de ‘irmã’ poodle que ficou cega devido à diabetes

A amizade entre cãezinhos é sempre tão linda, né?! Os animais têm uma capacidade de se apegar a outro ser – da mesma espécie ou não – que até espanta. Já contamos algumas dessas histórias de amizades inesperadas entre animais e, dessa vez, conhecemos a Nina e a Lola que são as cadelinhas da Deise Silva, de São Paulo, que descobriu que Nina estava com diabetes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para quem não sabe, a doença têm as mesmas causas e os efeitos tanto em animais quanto em humanos. Se não for tratada com atenção, Nina terá muitas complicações ao longo de sua vida. Como sequela, Nina ficou cega subitamente. “Ficamos tristes demais com o diagnóstico”, disse Deise.

amizade entre cães
Nina, a cadelinha cega. Foto: arquivo pessoal

amizade entre cães
E Lola, sua melhor amiga. Foto: arquivo pessoal

Como começou amizade entre as cadelas

A tutora conta que sua outra cadelinha, Lola, quando viu Nina com algumas dificuldades, passou a ‘cuidar’ da irmãzinha. Agora, Lola passa os dias colada em Nina, tentando ajudá-la.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

amizade entre cães
Foto: arquivo pessoal

E no final das contas, isso é tudo o que importa, né?! Se depender de Lola e sua dona, Nina se adaptará bem à nova rotina sem perder a mobilidade, mantendo sua qualidade de vida – mesmo com o avançar da idade.

Fonte: Catiorro Reflexivo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,810,195SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Favelas do Recife com áreas abandonadas viram hortas de plantas medicinais

O projeto começou no ano passado e ganhou o nome de “Mais Vida nos Morros”.

Crianças leem para cães que sofreram maus tratos e os ajudam a interagir com humanos

A doçura das crianças prova, mais uma vez, o seu poder regenerador. No Estado do Missouri (EUA), elas estão ajudando cães que sofreram maus tratos...

Recife empossa primeira advogada pública com deficiência visual

Carla Oliveiro, 28 anos, é a primeira advogada pública deficiente visual do Recife. Empossada como advogada na Procuradoria da cidade, ela venceu todos os preconceitos...

Mãe aos 17 e desacreditada, ela foi aprovada em 1º lugar em Geografia na UFS

“A maioria das pessoas dizia que eu tinha destruído o meu futuro.”

Menino alimenta seu avô na boca e comove internautas; assista

Você está preparado para ver o vídeo mais fofo do dia? 🥰 Nele, com muita delicadeza, um menino alimenta seu avô acamado com mamão. Sem pressa,...

Instagram

Cadelinha cuida de 'irmã' poodle que ficou cega devido à diabetes 2