Professora cria caderno de elogios para melhorar a autoestima de alunos

Para o desenvolvimento e aprendizado das crianças, os elogios tem um papel importante.

É nisso que acredita a professora Sandra Cristina Cassiano, do Centro de Educação Integrada de Maracajaú, em Maxaranguape, no Rio Grande do Norte, ela sabe o poder positivo dos elogios.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em suas aulas, a professora e os alunos agradecem por tudo o que conquistaram e pensam nos sonhos que já realizaram. No início, a experiência encontrou alguma resistência das crianças, mas, aos poucos, os objetivos começam a ser alcançados.

Os alunos do 5º do ensino fundamental melhoraram a concentração e, consequentemente, o rendimento nas atividades escolares. A professora organiza pequenos grupos que despertam o interesse da turma.

“Faço a distribuição deles [os alunos] conforme diferentes níveis de aprendizagens, possibilitando que tirem dúvidas e aprendam juntos”, explica a professora em um relato pessoal publicado no Porvir. “Ao perceber que podem auxiliar no processo de aprendizagem dos colegas, eles sentem ser úteis e também ficam mais seguros”.

Essa atividade também é chamada de ‘correio da amizade’. A professora e os alunos escolhem um momento no início ou no final da aula para escrever elogios aos colegas, professores ou qualquer outra pessoa da comunidade escolar. “É um momento grandioso, que além de estimular a leitura e a escrita, ainda ajuda a melhorar o relacionamento na escola”, explica Sandra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

elogios

Leia também:

Prefeito de Colatina (ES) é exemplo de boa gestão e humildade

Cão empurra todos os dias a cadeira de rodas do seu dono com deficiência

Mensagem de despedida do dublador de Wolverine emociona internautas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo começou dez anos atrás, quando ela percebeu a importância de se colocar no lugar das crianças, pois muitas “estão acostumadas a passar uma manhã inteira levando broncas, fazendo tudo o que os professores pedem”. Outros professores, dos anos finais do ensino fundamental, também começaram a usar o ‘caderno de elogios’, assim como toda a equipe pedagógica e os demais funcionários da escola. “Nós deixamos ele na sala dos professores e em algum momento do dia exaltamos as qualidades dos nossos colegas para manter um ambiente de convívio harmonioso”.

elogios

Leia o relato da professora na íntegra aqui.

Foto: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,499,046SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal abre restaurante em que você escolhe como pagar (inclusive lavando a louça)

Conheça o Ecozinha, o restaurante da historiadora Fátima Mazarão e do gastrônomo Luciano Vaini que desconstrói as bases tradicionais dos restaurantes que conhecemos. O projeto do casal acontece na casa...

Pedido de casamento durante o Lollapalooza 2013!

Pedidos de casamento são sempre únicos e especiais. Mas quando pensamos nos pedidos, são sempre coisas tranquilas, serenas e calmas. Mas não nesse caso,...

Mulher trans é a primeira advogada a modificar seu registro na OAB-GO

A gente ama dar essas notícias maravilhosas para vocês! A advogada Amanda Souto Baliza é a primeira mulher trans a ter o registro profissional modificado...

Demitida por ser espírita, diarista recebe 30 propostas de emprego em BH

A diarista Fernanda Matias Almeida, de 35 anos, passou por uma situação lamentável na semana passada em uma das casas onde trabalha. Ao descobrir...

Idioma Iorubá é declarado patrimônio imaterial do Rio

Já era hora de reconhecer o idioma Iorubá como patrimônio imaterial do Estado do Rio de Janeiro.

Instagram