Cães farejadores são treinados para detectar pessoas infectados com Covid-19

Cães farejadores estão sendo treinados por uma ONG em parceria com a Universidade de Durham, na Inglaterra, para detectar pessoas infectadas com o novo coronavírus.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com a BBC News, a ONG Medical Detection Dogs já treinou cães para detectar o ‘cheiro’ (marcadores bioquímicos) da malária, do câncer e do mal de Parkinson.

A entidade trabalha com a Universidade através da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM).

Foto: Reprodução/YouTube DW Brasil

Claire Guest, porta-voz da ONG, disse que precisa descobrir como “capturar com segurança o odor do vírus dos pacientes”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Em princípio, temos certeza de que os cães podem detectar o Covid-19”, disse ela, confiante.

Caso isso aconteça, os cães podem ser usados ​​para rastrear qualquer pessoa, incluindo aquelas sem sintomas.

“Isso seria rápido, eficaz e não-invasivo, garantindo que os recursos limitados de testes do serviço de saúde britânico sejam usados ​​apenas onde forem realmente necessários”, disse Guest.

O professor James Logan, chefe de controle de doenças da LSHTM, disse que a pesquisa demonstrou que os cães podem detectar o odor da infecção da malária com um nível de precisão “acima dos padrões da Organização Mundial de Saúde para um diagnóstico”.

Foto: Reprodução/YouTube DW Brasil

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Especialistas afirmam que “cães de detecção médica detectam diferentes tipos de odor para cada doença”.

Os cães podem estar prontos em seis semanas para atuar em um “diagnóstico rápido e não-invasivo”, disse o documento.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Foto: Reprodução/YouTube DW Brasil

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eles também podem ser treinados para saber se alguém está (ou não) com febre.

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

Steve Lindsay, do Departamento de Biociências da Universidade de Durham, disse que cães de detecção podem ser usados ​​nos aeroportos para identificar rapidamente as pessoas portadoras do vírus.

Foto: Reprodução/YouTube DW Brasil

“Isso ajudaria a evitar o ressurgimento da doença depois de controlarmos a atual epidemia”, afirmou.

Veja o vídeo:

Nós aqui do Razões para Acreditar juntamente com O Boticário criamos um canal especial para contar histórias de mulheres que ajudam outras mulheres, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: DW/Foto de capa: Medical Detection Dogs

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com muito amor, vovó tricota gorrinho para gato de estimação e viraliza [VIDEO]

No início desta semana, a estudante de medicina veterinária Gaby Bazan compartilhou um vídeo no TikTok que mostra o momento de pura ternura da...

Dona faz ensaio de natal com seu cão, que não gosta nada da ideia

Falta apenas uma semana para o Natal e nesse período do ano é comum as pessoas serem "invadidas" pelo espírito natalino! Mas esse não...

Diego Frazão, o jovem que foi salvo do tráfico através da música clássica

"Hoje sou um artista", dizia ele. Diego Frazão cresceu em Parada de Lucas, uma comunidade carente do Rio de Janeiro. Superou problemas de saúde e...

Pai faz panquecas artísticas coloridas para seu filho comer com com gosto

Já foi estabelecido que, nas mãos de um cozinheiro especialista em café da manhã, uma panqueca pode se tornar um legítimo meio artístico como...

Taxista de SP que morava dentro de carro e teve vida mudada após vaquinha morre aos 59 anos

Pessoal, vocês lembram da história do seu Jaime? Ele era um taxista de 59 anos que morava dentro do carro que trabalhava, lá em...

Instagram