Homem arrisca a própria vida para salvar mais de mil cães em Festival de Carne de Cachorro na China

O americano Marc Ching, fundador da “Animal Hope and Wellness Foundation”, e sua namorada, salvaram mil cães que seriam mortos para servirem de comida durante o Festival de Carne de Cão de Yullin.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O festival acontece todos os anos na cidade, que tem 7 milhões de habitantes e fica no sul da China. Ele acontece no início do solstício de verão, por uma crença de que a carne canina faria o corpo suportar melhor o calor.

Cerca de 10 mil cães são mortos em matadouros improvisados na rua, cozidos e servidos ali mesmo.

O casal conseguiu resgatar mais de 1000 cães fingindo que eram compradores. Eles os enviaram para os EUA, para serem tratados e reabilitados.

Todo ano Ching viaja para a cidade de Yullin para tentar acabar com o festival.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois de aprender sobre a prática brutal de torturar cachorros antes de matá-los durante o Festival na China, Ching sabia que sua vida nunca mais seria a mesma, assim como as dos cachorros que seriam torturados.

“Havia cães, gatos, coelhos e medo que transpiravam das paredes com tanta intensidade, que o próprio medo parecia ter medo de enfrentar a morte e morrer sozinho”, relata Ching.

O site de Ching, “Animal Hope and Wellness Foundation” tem como objetivo mostrar para o mundo a inimaginável angústia e sofrimento que esses cães sofrem, com esperança de que o governo crie leis para proteger esses animais dessa tradição bárbara e cruel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas pelo menos temos uma boa notícia: Ching afirma que tem colhido bons resultados: menos animais abatidos e um número menor de carne de cachorro sendo oferecida para consumo.

A fundação também mantém o site www.reportanimalabuse.org, onde cidadãos preocupados podem deixar dicas sobre possíveis casos de abuso animal local. Ching e sua equipe são chamados a ajudar em abrigos de animais locais quando eles descobrem algum caso de abuso animal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A luta ainda é grande, mas se você quiser ajudar, pode clicar aqui.

Vamos repassar essa causa para tentarmos acabar com essa tortura aos bichinhos.

Assista ao vídeo onde Ching explica melhor:

Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM





Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,272,461SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Corintiano sorteia camisetas autografadas para apadrinhar 300 crianças no Natal

Você pode apadrinhar uma criança até o dia 20 de dezembro, então corre!

Uma universidade que ensina analfabetos a tornarem-se engenheiros e médicos

Conheça um indiano, em Rajasthan, na Índia, que fundou uma escola extraordinária que ensina mulheres e homens do meio rural - muitos deles analfabetos...

STJ define que homossexuais podem adotar crianças de qualquer idade

O STJ negou um pedido do Ministério Público do Paraná que queria impedir uma pessoa de adotar crianças de até 3 anos.

Luisa Marilac usa visibilidade para ajudar mulher paraplégica que sofreu violência da mãe

Utilizar as redes sociais para dar visibilidade a algumas causas tem sido uma prática recente de muitos famosos. E quando você usa da sua...

Empresa permite que funcionários levem seus pets ao escritório

A percepção de que os pets aliviam a tensão no local de trabalho é unânime.

Instagram