Cafeteria inclusiva reabre após um ano e funcionários comemoram: ‘Enfim de volta ao trabalho’

Após vários meses de incerteza devido à pandemia de Covid-19, a primeira cafeteria inclusiva de Concepción, na Argentina, reabriu suas portas ao público e está garantindo trabalho para cinco pessoas com síndrome de Down.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conhecida como ‘Cafeteria 440’, o estabelecimento é uma obra social da Arquidiocese Penquista e da Fundação Laudato, que foi fortemente afetada pela crise sanitária.

Agora, o espaço espera deixar para trás os momentos de quase falência e recomeçar sua atividade social, ainda que com capacidade reduzida.

cafeteria inclusiva emprega pessoas com síndrome de down

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Roberto e Matías são os anfitriões da cafeteria e não poderiam estar mais felizes com a reabertura do local: eles sentiam muita falta do trabalho.

“Eles sempre perguntavam quando voltariam às suas funções. Para Roberto e Matías, é muito importante manter sua autonomia e independência, porque o trabalho faz parte da vida humana”, disse o arcebispo de Concepción, Fernando Chomalí.

cafeteria inclusiva emprega pessoas com síndrome de down

Por sua vez, Marcela Fuentealba, presidente da Fundação Laudato, afirmou que “nunca perdeu o contato com Matías e Roberto e eles continuaram recebendo seu salário. A relação de trabalho nunca foi rompida”.

Marcela explicou também que precisava manter um cuidado especial com os funcionários com síndrome de Down, de modo a preservar a saúde deles. “Fico feliz que as coisas estejam voltando ao normal e esses jovens possam voltar a trabalhar lá, algo que eles simplesmente adoram“.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Inclusão real

Para o arcebispo Fernando, manter em vigor as iniciativas promovidas pela Arquidiocese, como a Cafeteria 440 é essencial para que os jovens com síndrome de Down de Concepción tenham um trabalho fixo e bem remunerado, dando o exemplo para outras empresas da cidade.

Ele ainda pediu ao poder público uma Lei de Inclusão mais ampla na Argentina, indicando que o país ainda está atrasado sobre o tema.

cafeteria inclusiva emprega pessoas com síndrome de down

“Iniciativas de inclusão são desenvolvidas em várias partes do mundo, mas aqui ainda não se entende que o trabalho e o desenvolvimento pessoal são um direito”, lamentou.

Por fim, o arcebispo indicou que procura demonstrar que nem tudo se mede com resultados econômicos, mas também mostrar que “existem projetos que têm 100% de rentabilidade social, como o apoio a jovens com deficiência. Isso sim é fundamental”, concluiu.

Veja também:

Fonte: Upsocl
Fotos: Cafeteria 440

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Rede de solidariedade constrói casa para ex-moradora de rua em Viamão (RS)

Após promessas não cumpridas, a ex-moradora de rua afirma que voltou a acreditar que existem pessoas boas no mundo.

Universitários tiram dúvidas de estudantes sem condições de estudar para o ENEM

Isso é fantástico! Está todo mundo discutindo sobre a realização ou não do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) este ano por causa da...

Desabafo de motorista do Uber nos lembra que coincidências não existem

De alguma maneira, nossas histórias estão conectadas!

Homem que dormia no carro com seus cães após perder casa recebe R$ 32 mil em doações

O Wellington passou um super perrengue no mês passado. Ele foi despejado da antiga casa e não tinha para onde ir. Então acabou dormindo...

Depois de registro em cartório, candidatos de BH pedem votos para outros candidatos

Falamos aqui na semana passada sobre um grupo de candidatos a vereadores de Belo Horizonte que registrou em cartório o compromisso de doar 70%...

Instagram