Estudantes da USP transformam caixas de leite em isolante térmico para casas de famílias vulneráveis

Moradias com frestas que não isolam o local do frio, do calor, da infiltração da água da chuva e até da passagem de insetos e pequenos animais, como escorpiões e aranhas. Já imaginou viver num local assim?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa é a realidade de centenas de famílias que vivem em uma ocupação em São Carlos, no interior de São Paulo. Para a regra virar exceção, estudantes da USP-São Carlos que integram a rede Enactus criaram o projeto Domus – do Latim, “Casa”.

Instalando caixas de leite nas paredes ou no forro da casa inteira, a turma proporciona maior conforto térmico às famílias do Acampamento Capão das Antas, na periferia da cidade.

barraco de madeira comunidade
A maioria das famílias vive em barracos e casebres. Foto: Enactus

A instalação

As caixinhas são fruto de doações de parceiros e postos de coleta espalhados por São Carlos, Ribeirão Preto e Ibaté, cidades vizinhas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aquelas que não foram cortadas são distribuídas para voluntários responsáveis por cortá-las e lavá-las. Depois, o material é encaminhado para uma costureira, remunerada, que então costura as caixas de leite uma na outra formando as placas instaladas nas moradias.

homem instala placas caixas de leite parede barraco
Foto: Enactus

“No caso do revestimento das paredes utilizamos um grampeador de madeira para fixar as placas, já no caso dos tetos, temos que verificar se é necessário reforçar a estrutura com ripas. As placas são grampeadas na parte da estrutura feita de madeira e são presas entre si com abraçadeiras de nylon”, explica.

Além de conforto térmico e proteção contra a entrada de animais perigosos, o revestimento gera uma iluminação melhor do ambiente quando a luz é refletida nas caixinhas.

estudantes instalam revestimento térmico caixas de leite barraco madeira
Nenhum detalhe escapa na instalação das placas. Foto: Enactus

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Agradecimento das famílias faz esforço valer a pena

As famílias impactadas só têm elogios ao trabalho dos estudantes e inspiram gratidão.

“Todos comentam sobre a melhora na temperatura da casa nos dias quentes. Falam que depois da nossa ação é mais tranquilo permanecer dentro de casa e até mesmo ter uma boa noite de sono.”

estudantes instalam revestimento térmico caixas de leite barraco madeira
Caixas de leite levam conforto térmico e proteção contra a entrada de escorpiões e aranhas. Foto: Enactus

Para os estudantes, não há nada mais gratificante do que relatos como esse. Não é fácil conciliar as atividades do projeto com a graduação, “mas quando visitamos a comunidade e somos recebidos com depoimentos e agradecimentos, todo o nosso trabalho faz sentido”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde o início das suas atividades, o Domus revestiu 14 casas e transformou mais de 50 vidas com uma tecnologia social 60% mais barata do que revestimentos térmicos convencionais, como a alvenaria, por exemplo.

estudantes instalam revestimento térmico caixas de leite barraco madeira
Foto: Enactus

Próximos passos

Hoje, o projeto atua exclusivamente no Capão das Antas, mas a ideia é expandi-lo para impactar pessoas que vivem em moradias precárias em outras regiões do país.

Para isso, os estudantes participam de editais promovidos pela Enactus e contam com o apoio de parceiros, como empresas e institutos.

A ideia é tornar o Domus uma organização sem fins lucrativos e melhorar cada vez mais o revestimento, tanto que os estudantes estão desenvolvendo pesquisas com o Centro de Recursos Hídricos e Estudantes Ambientais da Universidade de São Paulo para aprimorar e aumentar sua eficiência.

Demais, gente. Sorte na caminhada! 💚

Estudantes da USP transformam caixas de leite em isolante térmico para casas de famílias vulneráveis 3

Quer conhecer mais uma iniciativa incrível? Dá o play!

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Estudantes da USP transformam caixas de leite em isolante térmico para casas de famílias vulneráveis 4

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,971,659SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cada cantinho desse apê foi decorado com muita, muita cor que até um unicórnio vai sentir inveja

Esperando aquele convite para um café, um chá ou sei lá! Só queremos conhecer esse apê!

Youtuber dá 100 dólares para morador de rua, e o que ele fez com o dinheiro vai restaurar sua fé nas pessoas

Quase todos nós (e eu incluso) imaginamos que quando ajudamos algum morador de rua com dinheiro, provavelmente ele gastará com muita cachaça, certo? Pois é,...

Primeira transexual do mundo a assumir cargo em um mecanismo ligado à ONU é brasileira

A primeira transexual do mundo a assumir um cargo em um Mecanismo de Prevenção e Combate à Tortura, órgão que atua em parceria com...

Uma carta por dia de um pai para seu filho que nasceu com trissomia do cromossomo 18

Uma carta de um pai para seu filho Eliot Hartman Mooney que nasceu com trissomia do cromossomo 18. Ele não tinha expectativa de sequer sobreviver...

“Quero ajudar pessoas como eu”, diz jovem goiana com doença no intestino que passou em Medicina

Em 2015, a estudante goiana Lara Maria Lemes, 22, foi diagnosticada com a doença de Crohn - síndrome inflamatória grave do trato gastrointestinal e...

Instagram

Estudantes da USP transformam caixas de leite em isolante térmico para casas de famílias vulneráveis 5