Veteranos da FAU USP recebem calouros com “Kit Bixo” para os 5 anos de graduação

Ingressar na faculdade é uma tarefa árdua, mas permanecer até o fim talvez seja ainda mais difícil, especialmente para os estudantes de baixa renda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por isso, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU-USP) adotou uma política de auxílio à permanência dos calouros oferecendo instrumentos básicos de desenho utilizados durante toda a graduação.

A ideia foi pleiteada pelo Grêmio da FAU e seus representantes, que se mobilizaram para comprar os materiais. O resultado foi o Kit Bixo, distribuído para todos os calouros.

Calouros USP FAU recebem 'Kit Bixo' de graça
Foto: Reprodução/Flickr

Todos os anos, professores de várias matérias pedem materiais que os alunos cotistas e de baixa renda não conseguem arcar. Por conta disso, muitos abandonam a faculdade. Sentimos a necessidade de agir e lutar pela permanência desses estudantes“, diz João Generoso, porta-voz do GFAUD.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Calouros USP FAU recebem 'Kit Bixo' de graça
Kit Bixo da FAU. Foto: Jorge Maruta/USP Imagens

Kit bixo

O Kit Bixo 2020 inclui escalímetro, paquímetro, jogo de esquadros, trena de aço, canetas, borracha, lápis, lapiseiras, estilete de metal e régua de aço inox, material básico para os futuros arquitetos e urbanistas.

Os itens foram escolhidos após uma consulta entre veteranos e professores, saindo ao custo de R$ 290 cada kit, financiado pela Pró-Reitoria de Graduação da USP.

Achamos mais justo que todos recebessem o mesmo material [Kit Bixo] para evitar a discrepância que já existe entre os alunos. A USP não consegue comprar o melhor material de todos, então se todo mundo usar a mesma lapiseira, boa e indicada pelos professores, evitamos essa desigualdade dentro da sala”, afirma Isabela Garcia, representante do grêmio estudantil.

“Decidimos que seria algo para todos, para quem pudesse ou não comprar, porque não se trata de uma política assistencialista, mas de permanência estudantil.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Demais essa recepção para os calouros, né? Alguns dias atrás, contamos a história da Raíssa Nascimento, caloura de Medicina, que também foi recebida pelos veteranos com um kit de materiais de estudo, relembre aqui.

[Nota da Redação]

A cada bebê que traz ao mundo, o médico Calixto Hueb presenteia a mãe com uma arvorezinha para que a criança cresça com ela. É um primeiro presente à família do recém-nascido e também uma contribuição valiosa do médico para a preservação do meio ambiente. Vem conhecer mais essa história, dá play no vídeo abaixo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Casa Vogue

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,569,612SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

9 cartinhas ao Papai Noel com pedidos simples e comoventes

Pedidos que levam nosso estoque de lencinhos embora porque a emoção toma conta da gente.

Estas são as nações que mais fazem o bem para o resto do mundo

Há um monte de rankings nacionais lá fora nos dias de hoje. Crescimento econômico, governança, liberdade, felicidade, se existe uma métrica é medido. O...

Casal realiza expedição pelo Brasil em busca de bons exemplos

Mostrar que existem muito mais ações positivas do que negativas no mundo foi o que moveu o casal Iara e Eduardo Xavier a buscar...

Vaquinha bate R$ 75 mil e jovem de 28 anos que adotou idosa realizará sonho da casa própria!

E essa família linda, gente! A Gláucia tem 28 anos e adotou a Cotinha, de 70 anos, que foi abandonada em um hospital de...

Trans que vivia nas ruas de SP é acolhida após vídeo comovente viralizar

Por mais histórias tristes com finais felizes como a da Jéssica! Jéssica é uma mulher trans de Natal (RN), mas estava vivendo nas ruas...

Instagram