Startup lança linha de camisetas infantis que “avisam” quando o sol está muito forte

Com a ajuda de uma plataforma de crowdfunding (financiamento coletivo), uma startup está prestes a lançar uma linha de camisetas inteligentes (“smart t-shirts”) que mudam de cor de acordo com a intensidade e exposição ao raios UV.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Parece algo futurista, mas as camisetas inteligentes já são uma realidade e possivelmente dentro de alguns anos serão vendidas em massa. A linha foi projetada para alertar às pessoas sobre a exposição aos raios solares.

Startup lança linha de camisetas que mudam de cor contra raios UV

O objetivo é reduzir consideravelmente as taxas de queimadura e incidência de câncer de pele. A camiseta muda de cor quando os raios ultravioletas de maior intensidade atingem a pele, ou seja, a mudança de cor só acontece quando nossa pele está em perigo.

Leia tambémConseguiram fazer um vídeo sobre sintomas de câncer de pele da forma mais fofa possível

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De modo a não criar alarmes falsos (e não estragar a brincadeira das crianças) a empresa anglo-holandesa Adam & Aoki desenvolveu um protótipo com o auxílio da nanotecnologia que, incorporada ao produto, é capaz de controlar os diferentes períodos em que a pele está exposta aos raios solares, permitindo que os pais da criança possam monitorar a exposição.

Startup lança linha de camisetas que mudam de cor contra raios UV

Os desenvolvedores da camiseta Nik Penhale Smith e Samus Kelleher disseram que o produto começará a ser comercializado a partir do ano que vem, visando proteger as crianças o quanto antes.

Leia tambémStartup desenvolve produtos para diminuir efeitos colaterais do câncer

Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a “exposição excessiva à radiação ultravioleta (UV) do Sol é a principal causa de câncer de pele não melanoma e melanoma no mundo.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Anualmente, de dois a três milhões de novos casos de câncer de pele são registrados mundialmente. A Fundação Câncer de Pele dos EUA informou num estudo independente que um em cada cinco norte-americanos desenvolverá câncer de pele até os 70 anos de idade.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Update or Die
Fotos: Facebook/Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,835,148SeguidoresSeguir
24,725SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mineiro vence preconceito, se forma em universidade americana e volta vitorioso

Após quatro anos estudando nos Estados Unidos, Alayê de Brito, 26 anos, retornou ao Brasil com o diploma do Colégio Spring Hill em mãos. Alayê...

Publicitário cria plataforma que lista empresas que incluem pessoas negras em suas campanhas

De acordo com o Instituto Locomotiva de Ricardo Meirelles, até o final de 2017, a comunidade negra brasileira terá movimentado aproximadamente R$ 1,62 trilhões...

Jovem de 17 anos cria nanopartículas que matam células cancerígenas

Quando você tinha 17 anos, o que costumava fazer? Ia para a escola, saía com os amigos? Pois, com essa idade, a estudante norte-americana...

Espanhóis criam pulseira que permite sair de casa respeitando o distanciamento social

Seis jovens espanhóis desenvolveram uma pulseira que permite que as pessoas circulem e convivam normalmente respeitando o distanciamento social. É um dispositivo que alerta ao...

Princesa Eugenie, neta da rainha Elizabeth II, vira voluntária do Exército da Salvação

Na última quarta (13), a princesa Eugenie, neta da rainha Elizabeth II, e seu marido estiveram nos armazéns do Exército de Salvação para ajudar...

Instagram

Startup lança linha de camisetas infantis que “avisam” quando o sol está muito forte 2