Campanha envia mensagens de apoio a profissionais da saúde durante a pandemia

Lançada no dia 10 de agosto, uma campanha encabeçada pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), começou a enviar mensagens de apoio aos profissionais de saúde durante a pandemia. Afinal, se não está fácil para ninguém, imagina para todas estas pessoas trabalhando na linha de frente nos últimos meses?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

medico cansado
Foto: Unsplash

Com o objetivo de reconhecer a sua importância e reforçar a importância do autocuidado e da saúde mental, a campanha apelidada de ‘Valorize o Essencial’ se faz mais do que necessária. São meses que os profissionais da saúde estão trabalhando dia e noite, sem descanso, muitas vezes sem poder estar em contato com seus familiares e arriscando suas vidas.

“Sabemos que a situação já não era fácil antes da pandemia. Mas agora tornou-se mais preocupante e, pensando nisso, criamos a campanha ‘Valorize o Essencial’. Queremos reconhecer e valorizar profissionais que todos os dias contribuem para  a minimizar os efeitos da pandemia na vida das pessoas”, explicou Lívia Schunk, responsável técnica do programa do CICV.
Enquanto novos casos não param de acontecer, os médicos são um dos mais afetados pelo coronavírus, já que passam grande parte do tempo em contato direto com pessoas infectadas. Se a pandemia tem mostrado a importância de dar as mãos e olhar o outro com mais afeto, a profissão do médico nunca se mostrou tão essencial e eles merecem todo a nossa admiração e apoio!

A campanha

A campanha irá acontecer de duas maneiras: enquanto uma parte será direcionada a profissionais e gestores dos serviços essenciais, outra vertente será dirigida à população, com o objetivo de estimular a empatia pelos profissionais, por meio da divulgação de depoimentos e histórias no site da campanha e nas redes sociais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Trazendo dicas de autocuidado e gestão de estresse através de lista de transmissão pelo WhatsApp, as mensagens serão em forma de boletim informativo. Simone Casabianca-Aeschlimann, chefe da Delegação do CICV no Brasil e países do Cone Sul, confirma a importância de se criar um serviço como este: “Esses profissionais não apenas salvam as pessoas, também garantem a continuidade dos serviços que são essenciais a todos nós, como saúde, assistência social e educação. Eles merecem todo nosso apoio e solidariedade”, afirma.

Foto: Unsplash

Sérgio Simões vive em Fortaleza e como médico reafirma estar vivendo o momento mais difícil de sua carreira. “O medo que a gente tinha era realmente não conseguir dar o nosso melhor para os nossos pacientes, porque era um número absurdo de pessoas que estavam em situações críticas. Precisavam de respiradores, de oxigênio. A gente não tinha como dar suporte para todas aquelas pessoas precisando do nosso auxílio, então tentávamos fazer o nosso melhor”, explicou.

Segundo ele, vários profissionais de saúde estão lidando com altos níveis de estresse e precisaram de acompanhamento psicológico para dar conta do recado. “A parte psicológica de todo mundo foi alterada. Temos várias colegas que começaram tratamento com psiquiatra e psicólogo”, conta.

mulher recebendo ligacao
Foto: Unsplash

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em situações difíceis, esquecemos a importância de uma palavra de apoio. Muitas vezes mais importante do que qualquer outro gesto, uma simples frase ou um lembrete de como somos importantes, podem transformar vidas. Neste caso, vidas que estão salvando milhares de outras!

 

Fonte: Diario do Nordeste

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,860,568SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Anos após médico dizer que ele não conseguiria ler nem escrever, jovem com déficit cognitivo conquista primeiro emprego

Na infância, Pedro Cruz sofreu isquemia cerebral e passou por várias convulsões. Após ouvir de um médico que não conseguiria ler nem escrever, Pedro conquistou seu primeiro emprego.

Iniciativa convoca voluntários para ajudar vizinhos isolados por conta do coronavírus

O momento é de preocupação e aflição, mas também há espaço para a esperança e muitas razões para acreditar. Aqui no Brasil, uma iniciativa...

Pelo fim das noites sem carinho: esse sofá te abraça sempre que precisar

Sabe aqueles dias que você não está a fim de ver ninguém, mas também daria seu mundo por um abraço reconfortante? Agora é possível fazer...

Pegadinha do bem: em vez de susto, as pessoas que entravam neste elevador ganhavam motivos para sorrir

Você já parou para pensar como é fácil gerar um sorriso? Não precisa de muito. Você deve ter sorrido para um desconhecido na rua e...

Instagram