Campanha quer ajudar frentista haitiano a trazer filha e esposa para o Brasil

Uma boa parte dos refugiados que chegam ao Brasil são recebidos com preconceito. A exclusão torna ainda mais difícil a adaptação dessas pessoas ao novo país, não bastasse o obstáculo de uma nova língua e a saudade de entes queridos que ficaram no seu país de origem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, sabemos que o brasileiro sabe ser acolhedor como poucos povos no mundo. A diferença nos atrai e nos conecta em com quem vem de fora, desde que coloquemos em prática nossa empatia verde e amarela.

É exatamente o que a Rose de Faria, moradora de Joinville (SC), decidiu fazer em prol de um refugiado haitiano. Há dois anos, Davi trabalha em um posto de combustível. A filha e esposa tiveram que ficar no Haiti, pelo menos até Davi se estabilizar. Eles aguardam o dia em que a família estará reunida novamente.

Para isso, o frentista conta com o apoio e a solidariedade dos outros funcionários do posto. Os colegas criaram uma campanha para que Davi consiga trazer a filha e esposa para o Brasil. É muito simples participar dessa corrente do bem: basta dar um pulo no posto de gasolina e comprar uma garrafinha de água, pelo valor de R$ 3,00. O dinheiro arrecado ajudará a custear as passagens da filha e da esposa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Posto XV fica na rua XV de Novembro, bairro Glória, Joinville, Santa Catarina.

Foto: Rose de Faria

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,824,688SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher doa rim a bombeiro que salvou a filha dela de uma convulsão anos antes

Há alguns anos atrás, a filha de Becca Bundy, Hadley, teve um severo episódio de convulsão em casa. Desesperada, sua mãe ligou para o corpo...

Terapeuta conquista diploma no ensino superior vendendo coxinhas

Após anos de lutas, estudos e dificuldades, Samires Souza, jovem de 23 anos, agora é terapeuta ocupacional. A conquista do título, porém, foi cercada...

Pedimos para crianças escreverem sobre seu futuro, o resultado foi muito além do que imaginávamos

Já pensou se todas as crianças tivessem a oportunidade de escrever seu próprio futuro?

Aplicativo facilita doação de alimentos para os mais necessitados

Não é segredo pra ninguém que jogamos fora toneladas de alimentos que poderiam alimentar pessoas que passam fome no mundo todo. Mas, como podemos...

“Cápsula do tempo” possibilita gravar mensagens em vídeo que só serão vistas no futuro

Uma forma bastante efetiva de cuidar é guardar um dinheiro para a pessoa que tanto amamos tenha perspectivas promissoras.

Instagram