Campanhas desmistificam estereótipos e preconceitos sobre a comunidade muçulmana

O ataque terrorista do grupo radical Estado Islâmico em Paris, na última sexta-feira, que matou mais de 129 pessoas e deixou outras 352 feridas e 99 em estado grave, foi condenado por entidades muçulmanos de todo o mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, em nota, disse repudiar de forma veemente os atos terroristas que aconteceram na capital francesa:

São ações abomináveis que só servem para disseminar o espírito da intolerância e promover dor e insegurança. Requerem, sim, condenação firme de toda a humanidade.”

Contra a intolerância provocada por ações extremistas como as do Estado Islâmico, o BuzzFeed divulgou um vídeo (traduzido e legendado para o português pela Mesquita Brasil), dois meses atrás, que desmistifica alguns dos estereótipos e preconceitos entorno da comunidade muçulmana, mostrando que o islamismo, como qualquer outra religião, não prega o ódio e a guerra, mas o amor e a paz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outra campanha, chamada #Notinmyname (“Não em meu nome”), é uma resposta dos muçulmanos às atrocidades cometidas pelo Estado Islâmico, que diz matar em nome do Islã. Confira:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Todas as imagens: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,782,693SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“O Instagram está tentando entender quem é que manda mais de 4 mil rosas”, disse Antonio Fagundes

Antonio Fagundes, 71 anos, é um fofo com os fãs. Ele sempre fez questão de responder os comentários do seu perfil no Instagram -...

Estudantes de Angola transformam plástico em gasolina

O objetivo é reduzir a quantidade de plástico no meio ambiente e, ao mesmo tempo, obter gasolina a baixo custo.

Projeto espalha intervenções urbanas de crochê e grafite

Todos os dias saímos nas ruas, para trabalhar, fazer tarefas cotidianas. Para quem vive em grandes centros urbanos, isso pode significar muito concreto, cinza...

Você nunca mais vai ver bailarinas do mesmo jeito depois dessas fotos

O fotógrafo russo Alexander Yakovlev captou com uma precisão que nunca vimos antes movimentos e expressões corporais. Com uma mistura brilhante de movimentos de dança,...

Quarentena: Pai e filha se fantasiam para levar o lixo e viram a sensação do bairro

Pai e filha encontraram uma maneira super divertida para quebrar a monotonia da quarentena no último fim de semana. Jaime Coronel, de 34 anos, e...

Instagram