Jogadores premiados no Campeonato Brasileiro são exemplos de superação

Na última segunda-feira (9), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) premiou os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro. Para dois deles a noite foi especial: Bruno Henrique, do Flamengo, e Michael, do Goiás – melhor jogador e revelação da competição, respectivamente. Por trás dessas conquistas se escondem duas histórias incríveis de superação!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O atacante flamenguista quase perdeu a visão no ano passado! Na primeira partida de 2018, quando atuava pelo Santos, Bruno Henrique tomou uma bolada no rosto e sofreu cinco lesões no olho direito. Poderia ter ficado cego se não tivesse sido rapidamente atendido.

A recuperação foi lenta. Ele ficou um longo tempo com a visão embaçada, voltou aos treinamentos com um óculos especial de proteção e só retornou aos jogos mais de quatro meses depois. Durante a premiação, não esqueceu o ano que passou:

“Vou lembrar com muito carinho desse Brasileirão. Tive um 2018 ruim, com lesões, e hoje estar aqui representando o Flamengo… essa conquista que é de todos os companheiros”.

Jogadores premiados Campeonato Brasileiro superação
Bruno Henrique, do Flamengo. Foto: Daniel Castelo Branco

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Tio vascaíno veste a camisa do Flamengo para torcer com sobrinho que perdeu o pai

Michael, revelação do campeonato brasileiro pelo Goiás, também tem uma história de superação. O jogador de 22 anos virou usuário e vendedor de drogas na juventude e quase foi morto:

“Depois da sexta vez que tentaram me matar eu disse ‘Se esse Deus é mais ele vai ser mais na minha vida’”.

Jogadores premiados Campeonato Brasileiro superação
Michael, do Goiás. Foto: Site Goiás/Reprodução

Leia também: Torcedor é ofendido por usar camisa falsa e Goiás providencia uma original para ele

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em 2016, ele decidiu mudar. Foi contratado por um time da terceira divisão de Goiás e iniciou uma trajetória de sucesso no futebol. Diz que agora segue atento para seguir vencendo:

“É difícil, mas graças a Deus estou superando. Todos os dias são uma luta. Se você não vai conseguir ficar em um ambiente com bebida, é melhor se retirar. Eu saio. Muitas vezes me dá vontade de beber, de fumar, não vou mentir. Sou ser humano. Só que eu olho para o céu, é de lá que vem nosso socorro. Eu tento me desviar do caminho do mal. Se eu voltar a fazer isso, nunca mais vou jogar futebol”.

*Texto de Marcos Pinheiro.

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,845,820SeguidoresSeguir
24,881SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem faz apelo na web e desconhecidos doam US$ 84 mil para ambulante cadeirante de 94 anos

Tudo começou quando a jovem Kenia Barragan andava pelas ruas de Santa Ana, na Califórnia, e encontrou um vendedor ambulante de 94 anos em...

UFMG registra patente do teste rápido para a Covid-19 que custa apenas R$ 5

Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolveu um teste rápido para a Covid-19, que custa apenas R$ 5. Isso...

“Estou me sentindo muito melhor”, diz australiana que vive sem dinheiro há um ano

A australiana Joe Nemeth tomou uma decisão que não tem volta. Há cerca de um ano ela pediu demissão do emprego para viver dos...

Cãozinho ‘mijão’ do WhatsApp é adotado pela sua ‘vítima’

Depois de ficar indignado, rapaz adotou cãozinho que urinou nele.

Estudante canta na rua para se tornar médica e em hospital para acalmar gestante [VÍDEO]

Antonielle nasceu com o dom de cantar e de cuidar! 💕

Instagram

Jogadores premiados no Campeonato Brasileiro são exemplos de superação 2