Campina Grande, na Paraíba, trabalha para ter duas árvores por habitante

A cidade de Campina Grande, na Paraíba, tem hoje 100 mil árvores plantadas para uma população de 400 mil habitantes. Considerado um número baixo, a cidade traçou um plano para ter duas árvores por morador.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Serão feitas uma série de ações para atingir essa meta, como o plantio de novas mudas e a conscientização da população. O projeto “Adote Uma Árvore”, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está na linha de frente dessa empreitada.

O projeto foi criado em 2007 e desde então realiza mutirões de plantio, distribuindo mudas de espécies nativas, capacita educadores e conscientiza moradores e estudantes. Nesses nove anos, já foram distribuídas mais de cem mil mudas.

As secretarias municipais também desenvolvem outras ações de arborização urbana. Os programas “Minha Árvore” e “Habite-se Ecológico” somam esforços para controlar a quantidade de árvores plantadas e a situação de cada uma delas, além de distribuir gratuitamente mudas novas.

A Prefeitura usa os dados de todos esses programas para realizar um censo oficial sobre a situação da arborização da cidade. Dessa forma, ela consegue controlar melhor o cumprimento de normas de respeito ambiental em construções novas e saber o local adequado para o plantio das mudas. As ações se estendem às escolas, onde as crianças aprendem a importância de planar e cuidar adequadamente de cada árvore nova.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Nova York planta 1 milhão de árvores dois anos antes do tempo previsto 

Foto de capa: Prefeitura de Campina Grande

via [CICLO VIVO]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,495,414SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escravo que restaurou igrejas de SP é reconhecido arquiteto após 200 anos 

Há cerca de 200 anos, um escravo conquistou grande relevância em São Paulo por dominar a arte da cantaria, a técnica de talhar pedras...

Pizzaria ensina garoto que estava chorando a fazer pizza para acalmá-lo

Heitor estava fazendo birra. A dona da pizzaria o chamou para aprender a fazer pizza. O pizzaiolo ensinou o processo e o garoto ainda ganhou a pizza.

Antes de voltar pra selva, chimpanzé abraça mulher que o cuidou

Jane Goodall é uma criadora, engajada em causas dos animais, especificamente na salvação de chimpanzés do Congo, o instituto que ela coordena, trata animais...

Desempregados, casal constrói casa com 10 mil garrafas de vidro, em Foz do Iguaçu (PR)

Dóris Dias e seu marido, Robson Lopes, sempre sonharam em ter sua casa própria, mas não tinham condições de adquirir o imóvel. Foi ai...

Agricultores da Itália recuperam sabedoria milenar e vencem multinacionais

Agricultores da região da Sicília, na Itália, voltaram a cultivar grãos com métodos tradicionais, recuperando uma sabedoria ancestral que sempre alimentou a ilha e...

Instagram