Canal de TV decide preservar familiares das vítimas do acidente aéreo para não expor sofrimento

Parece que uma parte do jornalismo ainda tem consciência, ética e respeito aos leitores e às famílias envolvidas em grandes tragédias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Esporte Interativo, canal de televisão brasileiro com 100% de sua programação dedicada a cobertura de diversas modalidades esportivas, decidiu não procurar para entrevistas familiares das vítimas do acidente com o avião da Chapecoense. Segundo o Blog do Maurcio Stycer, o canal esportivo do grupo Turner entendeu que seria “mais importante respeitar o lado humano” do que “mostrar o sofrimento das pessoas”.

Ainda segundo Mauricio Stycer, o canal abriu mão de aumentar “um pouquinho a audiência”, como disse Fabio Medeiros, diretor de Conteúdo, por entender que “os valores humanos estão acima de estratégias imediatas do canal”. Segundo o executivo, o EI avaliou que os parentes das vítimas “não tinham informações que fossem relevantes para contribuir com a cobertura”.

esporteinterativochapeco

Em um trecho do comunicado, Medeiros diz:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A gente acha que num momento como esse, muita gente está sofrendo, inclusive a gente, mas quem está sofrendo mais, disparadamente, são as famílias.(…)Os valores humanos, pra nós, estão acima de estratégias imediatas”.

Leia a matéria na íntegra aqui. / Ilustração de capa: Dálcio Machado

+Ação visa arrecadar fundos para familiares envolvidos na tragédia aérea do Chapecoense

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,419,547SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

UEPB produz mais de 40 mil EPIs em impressoras 3D para profissionais de saúde

Toda e qualquer iniciativa é essencial neste momento para ajudar no enfrentamento ao coronavírus. E que tal usar a tecnologia para isso? É exatamente o...

Designer recicla escamas de peixe e cria alternativa inovadora ao plástico convencional

Já passou pela sua cabeça que dá para reciclar escamas de peixe e transformar o produto final em uma alternativa sustentável ao plástico das...

Estudantes criam app que traduz língua de sinais em palavras audíveis

Desenvolvido por um grupo de estudantes de marketing da Berghs School of Communication e batizado como Google Gestures. Este fantástico dispositivo conceito, como no vídeo mesmo...

Lego lança linha de produtos sustentáveis feitos de cana de açúcar

A Lego é uma das empresas mais queridas de todos os tempos, já falamos algumas histórias aqui e aqui. Seus brinquedos são inteligentes e...

Famílias voluntárias substituem abrigos e acolhem crianças abandonadas temporariamente

Pioneiro no Estado do Rio, o programa Família Acolhedora, lançado em 2010, conta com 21 famílias aptas para acolher crianças de 0 a 11 anos em vulnerabilidade.

Instagram