Cão acaba com pesadelos de menino autista que só dormia de 3 a 6 horas por noite

Tupper Buniop é um menino canadense que foi diagnosticado com autismo quando tinha 2 anos de idade. Desde que nasceu, ele não conseguia ter uma boa noite de sono. Tupper acordava a cada 20 ou 40 minutos todas as noites por causa de pesadelos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele só começou a dormir bem depois que Lego, um cão da raça labrador, virou seu melhor amigo. O cão “abraça” Tupper quando percebe que ele está tendo pesadelos. A mãe do menino, Nancy, conta que ele demorava para pegar no sono e sempre acordava.

3-2-e1475629788427

A mãe lembra que ele dormia de 3 a 6 horas por noite, acordando inúmeras vezes. Com Lego ao seu lado, ele dorme de 8 a 10 horas – e quase sem interrupções. O cão também tranquiliza o menino quando ele começa a bater coisas na cabeça e a se arranhar. É só ele se aproximar que Tupper fica tranquilo.

A mãe de Tupper lembra ainda que era complicado ir a alguns lugares, porque o garoto corria o tempo todo, inclusive em ruas movimentadas. “Lego está permitindo que a gente saia e faça coisas que não conseguíamos fazer como família”, conta em entrevista ao Inside Edition.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

4-3-e1475629931671

5-2-e1475629799376

6-2-e1475629804932

7-2-e1475629810196

8-2-e1475629815507

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

13428382_1337212119629593_2359654388307202358_n-e1475629820230

13450264_1340896215927850_152107634017125380_n-e1475629826552

13731719_1363371607013644_2991040938390909759_n-e1475629831587

13934850_1381906815160123_1410538649635668674_n-e1475629760821

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

14390710_1475042489179888_7755048978912399715_n-e1475629768726

Com informações do Hypeness / Fotos: The Adventures of  Tupper and Lego

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,599SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bertópolis (MG) é a primeira cidade do país a incluir língua indígena no currículo escolar

A ideia é afastar o ‘medo’ que as crianças têm dos indígenas e aproximá-las da cultura da tribo Maxakali.

Um abraço vale mais do que você imagina

Quando falamos em bem estar e saúde mental, qual a primeira coisa que te vem à cabeça? Provavelmente você não pensou em um abraço,...

O primeiro beijo a gente nunca esquece!

Esse é um dos vídeos mais fofos que postamos aqui, e olha que tem muita coisa que já saiu aqui no RPA, mas ver...

Como uma ação entre vizinhas virou uma rede de apoio mútuo entre mulheres

Sabe aquela amiga que não te deixa passar perrengue, não importa o perrengue nem o tamanho dele? É esse o compromisso de um grupo...

Instagram

Cão acaba com pesadelos de menino autista que só dormia de 3 a 6 horas por noite 3