Cãozinho comunitário idoso é ‘contratado’ por farmácia com direito a crachá de identificação

No início deste mês, um cãozinho idoso comunitário chamado Matute foi ‘contratado’ como o chefe de segurança de uma farmácia de Pachuca, no sudeste do México.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O cachorro tem cerca de 10 anos e desde filhote faz parte da comunidade, onde é muito querido por todos.

A notícia de que foi adotado deixou os moradores contentes, em especial a protetora de animais Adriana Dorazco, que o alimentava diariamente.

cãozinho comunitário contratado farmácia crachá de identificação

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Dizem – é uma coisa que não sei – que aparentemente ele chegou aqui com família, mas quando se mudaram, abandonaram-no. Em suas perambulações pela colônia, ele adormeceu em vida, comecei a alimentá-lo, mas ele nunca quis ficar dentro de casa”, disse Adriana ao portal Milenio.

“Havia duas outras famílias que também queriam dar uma casa para ele, mas não sei como ele não e adaptou a viver trancado. Então eu o esterilizei e dei suas vacinas”, completou.

cãozinho comunitário contratado farmácia crachá de identificação

Ao longo dos anos, o cãozinho já passou por diversas famílias, mas não permanecia, pois gostava de ficar nas ruas (onde se acostumou a viver desde pequeno).

Na maior parte do tempo, Matute ficava em uma loja de videogame, onde se abrigava do calor e da chuva. Infelizmente, devido à pandemia, o estabelecimento fechou e o pequeno ficou sem lar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sensibilizados com a situação do cachorro, os funcionários de uma farmácia ao lado decidiram acolhê-lo em definitivo.

Matute é o xodózinho do bairro e agora que virou o ‘chefe de segurança’ do local, ganhou até crachá de identificação!

Adriana brinca que o verdadeiro trabalho do cãozinho é ser paparicado, receber cafunés e muitos petiscos dos clientes. 😆

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Faça um apelo para que o exemplo de Matute possa ser replicado em cada bairro em que haja um cachorro abandonado“, disse. No final das contas, não precisamos ser protetores de animais em tempo integral para fazer a diferença e mostrar empatia com os mais vulneráveis. 😉

Assista também:

Fonte: Milenio
Fotos: Reprodução / Facebook: Dian Rivera

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,777,821SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ferramenta no WhatsApp tira suas dúvidas sobre reciclagem

A Nestlé lançou o Ecobot, uma ferramenta dentro do WhatsApp que tira dúvidas e orienta os consumidores sobre como descartar corretamente o lixo. A tecnologia...

Vaquinha para ajudar idosa arrastada por carro arrecada mais que o dobro da meta

Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para ajudar a diarista Marina Izidoro de Morais, 63 anos, que foi brutalmente arrastada por...

Maquiadora com Parkinson cria linha de cosméticos para pessoas com a mesma doença

Dez anos atrás, enquanto trabalhava em um ensaio fotográfico, a maquiadora Terri Bryant notou que seu corpo estava se comportando de uma maneira "estranha". Aflita,...

Corrida: 95 anos X 94 anos, quem vai ganhar?

Os dois ganham! E você aí se achando velho demais pra começar um esporte.. (inclcuindo a mim..rs) Vejam esse vídeo e inspirem-se. Dica do Thiago...

[VÍDEO] Motociclistas viajam 312 km pelo MS para animar veterano da 2ª Guerra Mundial

O grupo Germanus MCLE (Moto Clube Law Enforcement) foi criado para homenagear os veteranos da FEB (Força Expedicionária Brasileira) e neste final de semana,...

Instagram