“Caravelas” irão despoluir rios e parques urbanos em Curitiba

Há pelo menos 20 anos, os cientistas sabem a maneira mais eficiente e barata de solucionar a poluição orgânica das águas de rios e parques urbanos, mas só agora a ação começa a ganhar forma, em Curitiba, na forma de pequenas “caravelas”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A iniciativa é do premiado escritório de design Furf Design, dos sócios Maurício Noronha e Rodrigo Brenner, em colaboração com o oceanógrafo Bruno Libardoni, que está terminando seu doutorado em Geociências na Universidade Federal Fluminense e passou por renomadas instituições de ensino na Europa. As informações são do Gazeta do Povo.

Com o nome apropriado de “Caravela”, a estrutura é sustentável, eficiente e democrática. Feita a partir de bioplástico com 10 m² e 2 metros de altura, ela otimiza o crescimento das algas, que em simbiose com as bactérias, utilizam a poluição da água para crescer no processo natural. A ideia é delimitar o crescimento das algas e com isso impedir o desequilíbrio ambiental.

caravelas despoluir rios e parques urbanos curitiba

Segundo algumas pesquisas, as algas retiram até 10 gramas de Fósforo das águas e geram 350 gramas de alga seca (biomassa). Durante um ano, uma única Caravela poderá colher 1 tonelada de biomassa. Isso tudo sem uso de energia convencional e com um custo operacional baixo, ao contrário das alternativas já existentes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Essa é a honestidade científica do projeto. Não vamos inserir produtos. Vamos utilizar organismos do próprio ambiente. Implementada a Caravela, as algas começam a crescer, a água fica mais clara, com menos poluição”, explica Libardoni.

Depois de duas semanas, quando as algas atingirem seu tamanho máximo, elas poderão ser colhidas e virar combustível, fertilizante para a agricultura, proteína para a indústria alimentícia ou bioplástico para construir novas Caravelas.

caravelas despoluir rios e parques urbanos curitiba

A estrutura da embarcação conta ainda com painéis solares que irão gerar energia elétrica para alimentar luzes de LED vermelhas e azuis que permitirão uma fotossíntese contínua das algas durante a noite, aumentando seu potencial de crescimento em 40%, além de sensores que permitem saber as condições da água em tempo real.

Deixando um pouco de lado sua capacidade despoluidora, a Caravela em si é um show à parte. “O movimento é quase como um balé”, destaca Brenner. Ela assume o formato de uma gota e outras vezes de um barquinho caricato.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

caravelas despoluir rios e parques urbanos curitiba

O projeto será implantado em Curitiba, pelo menos inicialmente. Os primeiros testes acontecerão dentro de três meses, após novos aprimoramentos. Noronha e Brenner ainda avaliam o preço da primeira caravela. A Prefeitura de Curitiba sinalizou através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente que apoia a iniciativa em seus parques.

crédito das fotos: Reprodução/Furt Design Studio

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cientistas criam espuma que retira agrotóxicos de alimentos

A espuma é capaz de detectar e absorver os agrotóxicos.

Médico receita plantas medicinais para curar doenças em Florianópolis

O doutor Murilo Leandro Marcos, 30 anos, médico da família no Centro de Saúde da Lagoa da Conceição, em Florianópolis, não é um médico...

Apaixonado por caminhões, menino autista recebe convite para visitar fábrica e ganha festa de aniversário

A Iveco convidou o garoto Anderson para conhecer o parque industrial da empresa e celebrar seu aniversário de 12 anos com tudo o que ele mais gosta.

Rodrigo Hilbert rejeita rótulo de “homão da porra” e diz que não faz mais que sua obrigação

Com certeza vocês devem ter visto nas últimas semanas um post sobre o Rodrigo Hilbert o chamando de "homão da porra", por conta de suas...

Vaquinha para porteiro que pediu emprego com cartaz bate meta em menos de 24h

Desempregado desde dezembro do ano passado, porteiro fica todos os dias em frente a um supermercado com cartaz pedindo emprego.

Instagram

“Caravelas” irão despoluir rios e parques urbanos em Curitiba 2