Após segurar cartaz em semáforo (e ser ridicularizado), homem consegue emprego em Palmas

O que um pai de família, com dois filhos – um de 9 anos e um de 12, desempregado, com várias contas atrasadas e pensão alimentícia para pagar, faz quando fica até um ano procurando emprego sem sucesso? Edvaldo de Mendonça Lira, que vive em Palmas, no Tocantins, foi para as ruas com um cartaz de papelão improvisado, pedindo por um emprego.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Edvaldo tem 36 anos e é de Recife, mas chegou com sua família em Palmas há cerca de dois meses. Desesperado em busca de um emprego, a solução que ele encontrou foi esta e apesar de ter sido difícil, ele não se arrepende, já que conseguiu um emprego de vigilante na Assembleia Legislativa. “Eu não esperava tanta repercussão, mas tinha certeza que ia conseguir. Cheguei a pensar em desistir. Houve um momento em que o sol estava muito forte, senti muita sede e fome. Muitas pessoas riram de mim, mas eu não fiquei com vergonha. Também teve muita gente tirando foto e pensava que alguém poderia ver a imagem. Essa divulgação boca a boca que eu queria.” 

Leia também: Desempregado e sem dinheiro, homem faz cartão de visita caseiro e bomba na web

Quando ele estava no semáforo mais movimentado da cidade pedindo por um emprego, uma estudante, Erica Regina de Farias Ferreira , tirou uma foto e compartilhou nas redes sociais. A sua determinação acabou chamando a atenção de Joseph Madeira, diretor de uma empresa de serviços terceirizados, que contratou Edvaldo para trabalhar na Assembleia.

Depois que o segurança foi para as ruas em busca de uma colocação no mercado de trabalho, ele acabou recebendo mais de 50 propostas de emprego, mas optou por trabalhar na empresa em que está hoje por ter se sentido acolhido e muito bem recebido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, Edvaldo afirma que sofreu preconceito quando fazia entrevistas de emprego, por ter sotaque e por ser de outra cidade, mas agora as coisas mudaram e ele já começou um novo capítulo de sua vida. Hoje, ele agradece on bons resultados de sua ação e afirma: “Sou grato à solidariedade dos palmenses e as pessoas que multiplicaram o meu grito silencioso”.

Com informações de Leia Já

Foto: reprodução Facebook / Leia Já

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,569,612SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ginasta de 10 anos realizará sonho de ir a campeonato após vaquinha arrecadar R$ 20 mil

Ana Vitória, 10 anos, é campeã até nas vaquinhas da VOAA. Com a ajuda de mais de 300 transformadores, a ginasta que não estava...

Blogueira constrói casa sozinha e disponibiliza planta de graça

Ao passo que mansões, edifícios e palácios continuam sendo cobiçados por muitos, uma nova tendência, oposta ao exagero, tem ganhado força pelo mundo: o minimalismo. Nos...

Menina de 2 anos vence câncer de ovário raríssimo

Uma garotinha de apenas 2 anos foi diagnosticada no final do ano passado com um raríssimo câncer de ovário, mas agora, seis meses depois,...

Trocas de cartas cria laços afetivos entre idosos e crianças

Mais do que uma simples troca de experiências, as cartas proporcionaram uma troca intensa de carinho e afeto entre duas gerações separadas no tempo...

Gari dança enquanto coleta o lixo em Goiás e vídeo viraliza

O gari Luiz Fernando Sabino de Sousa, de 23 anos, ganhou a web nesta segunda-feira (25), após um vídeo dele dançando ser publicado nas...

Instagram