O que os casais felizes têm a nos ensinar sobre companheirismo

Ser feliz no amor é o desejo de quase todos nós. Muitas pessoas se perguntam qual o segredo de sucesso dos casais felizes e dos relacionamentos duradouros. Mesmo não existindo uma fórmula pronta ou uma receita mágica, algumas atitudes podem manter o relacionamento a dois mais saudável e tornar as relações mais dinâmicas e felizes. Separamos algumas que você pode colocar em prática nesse Dia dos Namorados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma pesquisa feito pelo site Happify.com mostrou que as pessoas que compartilham do sucesso de seus parceiros são mais felizes. De acordo com a pesquisa, quando o parceiro se mostra entusiasmado diante das conquistas do outro (como uma promoção no trabalho, por exemplo), o relacionamento se fortalece e pode ser mais duradouro.

A mesma pesquisa também mostra que quando os casais têm novas experiências juntos, como conhecer um novo lugar, ir a um restaurante novo ou cozinhar juntos, por exemplo, o relacionamento a dois se fortalece.

Apoiar o parceiro é sinal de companheirismo no relacionamento

A psicóloga Anna Luisa Brant Frimm, que atende pelo Zenklub, conta que uma das principais queixas dos casais é relacionada à falta de companheirismo. Dar atenção ao parceiro, apoiar suas decisões e compreender que, de vez em quando, é preciso ceder aos próprios desejos para dar lugar aos desejos do companheiro é sim um investimento para o relacionamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Fazer concessões em uma relação faz parte do jogo. Ambos os parceiros precisam, vez ou outra, se dispor a realizar o que não tem tanta vontade pelo outro, para agradá-lo (a). Isso é importante para a relação. Porém, os parceiros que se veem frequentemente pressionados pelo outro a fazer concessões, acabam se sentindo sufocados e cansados. Alguns chegam a temer perder sua individualidade tão arduamente conquistada”, diz Anna Frimm. (Veja mais dicas da psicóloga nesse post sobre como manter um bom relacionamento mesmo em um namoro de longa data).

Estar junto e se mostrar disponível para ouvir o outro é um sinal de que você se importa. Afinal, as relações amorosas também incluem demonstrações de parceria e amizade. Só assim é possível manter um namoro ou casamento saudáveis e satisfatórios a longo prazo.

Assim como se ouvir e se conhecer é importante para sabermos qual a melhor maneira de lidar com o outro, ouvir e conhecer o parceiro também é fundamental para que seja possível encontrar um equilíbrio e, então, ter um relacionamento feliz. “Uma relação saudável seria aquela que cada indivíduo tem a sua própria identidade preservada e deseja fazer o bem à pessoa amada, sem esperar nada em troca”, finaliza a psicóloga Anna Frimm.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,434,652SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Por que empresas que fazem o bem devem ser remuneradas? Ouça agora em nosso podcast

“Se a taxa é x e arrecadou tanto, o resto do dinheiro fica pro Razões? Nossa, muito dinheiro, hein”. No melhor dos cenários, a...

Vítimas de ataques ácidos dão a volta por cima em ensaio inovador

Como falamos na matéria sobre o pequeno Blake, existem algumas causas que nos tocam de verdade e, no meu caso, é o que acontece...

Cãozinho desperta tutor de coma induzido e vira herói

“Nós certamente temos um vínculo especial”

Acupunturista atende gratuitamente dependentes químicos em situação de rua (SP)

Já são mais de 2.000 pessoas beneficiadas pela iniciativa 'Desintoxica SP', do acupunturista Ramon Oliveira.

Oficina de “desprincesamento” combate o sexismo e empodera meninas no Chile

As atividades são divididas em seis módulos na Casa de Cultura da cidade. São realizados debates, aulas de defesa pessoal, cantorias e atividades manuais.

Instagram