Casal capixaba larga emprego para cuidar dos 7 filhos autistas em tempo integral

A vendedora Lilian Ribeiro, de 40 anos, e o marido, o microempresário Marco Antônio de Oliveira, de 50, precisaram largar o trabalho para se dedicar integralmente aos sete filhos: todos eles são autistas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é caracterizado por perturbações do desenvolvimento neurológico, todas relacionadas com dificuldade no relacionamento social.

Com idades entre 1 e 11 anos, as crianças são cuidadas em casa com muito amor, paciência e dedicação pelos pais, que levam uma rotina super-heroica.

Atualmente, eles recebem auxílio do governo e doações de cestas básicas de amigos, conhecidos e familiares em Vitória (ES).

Casal sete filhos autistas Vitória

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sete filhos autistas

Semanalmente, são 56 litros de leite para alimentar as crianças, outras mil fraldas por mês e dezenas de remédios.

Lilian relata que pouco depois de engravidar do segundo filho, Lucas, de 8 anos, descobriu que o primeiro, Lázaro, 11, era autista.

E assim sucessivamente: na terceira gestação, de Luís Miguel, 7, e das gêmeas Isadora e Yasmin, 5.

A gravidez das duas filhas mais novas – Stefanny, 4, e Ysabella, 1 – não foram planejadas. Enquanto Stefanny já foi diagnosticada com o Transtorno do Espectro Autista , Ysabella ainda não. No entanto, seu pai não tem dúvidas quanto a isso.

Leia tambémPai autista se emociona no casamento da filha e chora de alegria; veja as fotos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela apresenta os mesmos sintomas. Eles não falam, choram sem motivo, dormem e acordam gritando, e não conseguem ficar muito tempo parados”, contou Marco.

A mãe das crianças explica que o diagnóstico do transtorno é confirmado entre 1 e 3 anos de idade. “Daí a minha falta de conhecimento sobre os riscos em cada gestação.”

Marco confidencia que cada filho manifesta os sintomas de uma maneira diferente: há casos leves, médios e graves: “Eles podem ficar nervosos e agitados com qualquer coisa e a qualquer hora, mas são carinhosos”. Os irmãos brigam, mas também brincam muito juntos.

Leia também: Fábrica volta a produzir biscoitos amanteigados para atender menino autista em AL

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pai e mãe se revezam todos os dias para dar banho e café da manhã para os sete filhos antes de irem à escola. “Tem de ser tudo bem próximo da hora de sair, porque se eu deixá-los prontos muito antes, eles ficam agitados e já querem ir embora.”

Recentemente, o microempreendedor adaptou uma bicicleta com bancos especiais para levar os filhos com mais conforto até a escola, que fica no mesmo bairro onde moram, em Goiabeiras, na capital capixaba.

Ocasionalmente, eles vão de ônibus à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), onde fazem acompanhamento. Lilian leva dois filhos por dia da semana.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Tribuna Online/Fotos: Thiago Coutinho/AT

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,444,158SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Nossa história daria um filme #1: namoramos na escola, terminamos por minha culpa, mas anos depois nos reencontramos

Recebemos este belo e-mail do Felipe, e estamos reproduzindo na íntegra o texto que ele nos mandou, leiam: Olá Razões Para Acreditar, bom dia. Gostaria...

Impedido de entrar em hospital, homem faz cartaz para apoiar esposa em quimioterapia

Sem poder acompanhar a esposa durante as sessões de quimioterapia no hospital, seu marido encontrou uma maneira de 'estar presente' e apoiá-la do lado...

Morador de rua faz questão de pagar almoço em restaurante nobre de BH e atitude viraliza

O restaurante só aceitou receber pelo refrigerante que o morador de rua tomou, após ele insistir muito.

Revendedor de carros oferece seu estacionamento para abrigar sem-teto

Um revendedor de carros abriu seu estacionamento para abrigar os moradores em situação de rua de Charlotte, na Carolina do Norte (EUA). James Charles é...

Auxiliar de limpeza deita no chão para acalmar aluna autista e mãe exalta a atitude

“Apesar de não falar inglês, consigo me comunicar com as crianças. O amor não tem idioma”, disse a funcionária da escola onde a menina estuda.

Instagram