Casal acha mais de R$ 2,4 mil em avenida no Acre, faz ação na internet e encontra a dona

Alessandra Araújo e Márcio Jorge foram dois anjos na vida da comerciante Eliene Farias esse ano. O motoboy do pequeno comércio de Rio Branco (AC), levava uma quantia de R$ 2.420 até uma lotérica quando o dinheiro caiu do bolso e se espalhou por uma avenida da cidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alessandra e Márcio, que vinham logo atrás, conseguiram parar o carro e juntar toda a quantia.

O motoqueiro passou e a gente viu os bolos de dinheiro caindo e ele não percebeu, foi embora. Atravessamos o carro na avenida, meu marido parou o trânsito e como ele estava fardado, as pessoas respeitaram, daí eu já desci e comecei a juntar. Conseguimos juntar tudo, era R$ 2.420, e aparentava ser tipo serviço bancário, porque estava separado em blocos com liga”, contou Alessandra.

Quanta sorte!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alessandra conta que como pararam para recolher o dinheiro, ela e o marido perderam o motoboy de vista. Mas, foram até uma delegacia na região, registraram um boletim de ocorrência e deixaram a quantia com o delegado.

Leia também: Manobrista encontra carteira de idoso com R$ 1,5 mil e devolve o dinheiro

Sem saber se o dono iria aparecer, ela fez uma publicação no Facebook pedindo ajuda dos amigos. O post de Alessandra alcançou 480 compartilhamentos e um deles apareceu para Eliene Farias.

Olhei e disse ‘é o nosso dinheiro’, vi o papel do depósito”.

Veja o post:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As duas não se conheciam, mas Eliene fez questão de dar diversos detalhes sobre o dinheiro que havia perdido. Falou do comprovante e como havia separado todo o dinheiro. Alessandra, então, indicou a delegacia e a comerciante conseguiu recuperar tudo!

Fui na delegacia, levei os comprovantes do depósito que faço todo mês para meu filho que mora no Rio Grande do Norte e o delegado entregou. Graças a Deus, ela tem um coração muito bom, um coração enorme. É difícil achar pessoas que façam isso”, afirmou.

Eliene conta que o motoboy chegou chorando em sua loja, no bairro Sobral. Ele contou que só sentiu falta do dinheiro quando chegou na lotérica.

Ele chegou aqui chorando, desesperado e você fica sem saber o que fazer. Muita gente achou que ele estava com conversa, como que esse dinheiro iria cair do bolso dele, mas nós não porque conhecemos ele há muitos anos. Ele disse que só percebeu quando chegou na casa lotérica para fazer o depósito, quando colocou a mão no bolso e estava o canto mais limpo”, disse a comerciante.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eliene ainda tentou retribuir de alguma forma o que o casal tinha feito, mas eles não aceitaram. Então, como forma de agradecimento, ela teve a ideia de montar sacolões de alimentos e vai doar para famílias carentes da cidade.

Veja também:

Internautas se solidarizam e vaquinha para vendedor de salgados humilhados bate R$ 75 mil:

 

FONTE: G1 – Acre

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,269,708SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher queniana transforma resíduos de plástico em tijolos mais fortes que concreto

Em tempos de aquecimento global, há pessoas encontrando soluções cada vez mais criativas para o cimento, responsável por cerca de 8% das emissões globais...

Índios proíbem entrada de políticos em aldeias no Acre

Os índios tem do Acre vem tentando manter sua cultura mediante uma sociedade que infelizmente não valoriza a importância de tamanha carga histórica dessa...

Filho paga a casa dos pais com dinheiro de aplicativo e faz surpresa emocionante para contar a eles

Por esse presente, eles realmente não esperavam. Um jovem programador de aplicativos de Nova York resolveu surpreender seus pais neste Natal com um presente...

Agora é crime: homofobia e transfobia podem dar até 5 anos de prisão

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) enquadra declarações homofóbicas e transfóbicas no crime de racismo.

Idoso carrega cão nas costas sob sol escaldante para que ele não queime suas patas

Uma foto tocante compartilhada online que mostra um idoso carregando seu cachorro nas costas sob um sol escaldante, para que ele não queime suas...

Instagram

Casal acha mais de R$ 2,4 mil em avenida no Acre, faz ação na internet e encontra a dona 2