Casal do Paraná adota cinco irmãos para não separar a família

Um casal da cidade de Peabiru, no Paraná, conseguiu adotar cinco irmãos, que moravam em um abrigo, para não separar a família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O casal preferiu preservar os nomes, mas em entrevista para mídia local a mãe falou ao telefone sobre o momento.

As crianças já vieram no meu colo e, assim, começou a nossa história”, disse.

familia adota cinco irmãos
Foto: reprodução / Bem Paraná

Um lar para Pérola, bebê que mora em hospital e foi adotada por sofrer maus-tratos. Contribua para a vaquinha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em 2018, o casal entrou com o processo de habilitação para adoção, incluindo os seus nomes no Cadastro Nacional de Adoção (CNA) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Praticamente um ano depois, em 2019, eles retornaram ao Fórum de Peabiru e atualizaram o perfil, informando que tinham interesse em adotar crianças de até 7 anos de idade.

Pouco tempo após essa mudança, o casal recebeu uma ligação da Vara de Infância da Comarca de Palmital, dizendo que havia cinco irmãos que precisavam de amor e de uma família.

A mãe conta que ela e o marido decidiram conhecer as crianças antes de tomar uma decisão sobre o pedido.

Eles foram até o abrigo e ela disse que, ao chegar, se apaixonou completamente pelas crianças. Foi amor à primeira vista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A nova mãe disse que o coração dela disparou e não houve dúvidas. Aqueles eram os seus filhos.

Mudanças

Depois dessa primeira visita, o casal aguardou apenas o tempo para concluir o projeto. Eles mudaram para a cidade de Palmital, podendo ficar mais perto dos irmãos. Também alugaram uma casa maior, para que toda a família vivesse confortavelmente.

Agora em outubro, a guarda definitiva das crianças saiu. “Foi um momento simbólico receber o registro dos cinco. Não vivo mais sem essa gritaria, eles alegram a minha casa. Estamos muito felizes”, ressaltou a mãe.

Os irmãos, com idades de 4, 5, 7, 8 e 9 anos, já têm o nome dos pais nos registros e não correm mais o risco de se separarem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A gente acha lindo esses encontros que a vida permite. Boa noite para a nova família e parabéns pela linda atitude!

FONTE: Bem Paraná

VEJA TAMBÉM

“As dificuldades acontecem como uma oportunidade de levar a nossa alma para o encontro do nosso propósito”, com essa frase pra lá de impactante trazemos hoje mais uma história no #cafezoom

Pega um café, dá o play e prepara o lencinho! <3

A importância do acolhimento: Ep 04

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,272,726SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após 25 anos, detento se oferece para ajudar juiz doente que o condenou

Aos 62 anos, o norte-americano Charles Alston vive há 25 anos em uma penitenciária de Nova York. Condenado por roubo armado pelo  juiz Carl Fox, 61, Alston ficou sabendo que estava com leucemia...

Bebê faz pedido acidental no iFood e empresa surpreende com a entrega de um presente para ela

A baby foi presenteada com um celular de brinquedo, para que possa fazer os seus próprios pedidos, além de um fofo ursinho e uma carta!

Blogueira cadeirante fala sobre autoaceitação e como é possível ter uma vida feliz sobre duas rodas

Desde que ganhou uma câmera profissional, em 2015, a blogueira Roberta Caroline Oliveira da Silva, 27, de Guaxupé (MG), teve a ideia de lançar...

Sem burocracia, bebês vão sair da maternidade com RG e CPF

A partir do mês que vem, todos os bebês que saírem da maternidade no Rio de Janeiro terão na sua certidão de nascimento os...

Como um menino de 8 anos conseguiu arrecadar dinheiro e comida suficientes para alimentar 16 crianças durante um ano

William Winslow não é um garoto comum de 8 anos de idade. Enquanto a maioria das crianças passa seu tempo livre jogando vídeo games...

Instagram

Casal do Paraná adota cinco irmãos para não separar a família 1