Casal adota pitbull com pernas curvadas abandonado em estrada de RO

O cão Benjamin, um dócil e afável pitbull, foi covardemente abandonado em uma estrada de Porto Velho (RO), um mês atrás. Ele recebeu cuidados de borracheiros por 20 dias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Benjamin foi resgatado por uma ONG com as patas abertas e viradas para trás, faminto e bastante debilitado.

Na última quinta-feira (5), ele finalmente ganhou um novo lar adotivo ao ser adotado por Michele Taborga, 27 anos, que vive na capital rondoniense.

Pit bull com deficiência abandonado estrada adotado
Foto: Diêgo Holanda/G1

Foi amor à primeira vista. A condição dele me tocou muito. Já indefeso, ainda mais assim, tão dócil e amoroso. Me apaixonei por ele”, disse a estudante de Economia. “Eu o amo. Eu não tenho outra palavra. Eu o amo, muito muito. Sentimento de mãe.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os borracheiros que encontraram o pitbull na estrada cuidaram dele por quase três semanas, lhe dando água e comida. Eles o batizaram inicialmente como “Foca” até Michele o acolher e mudar seu nome em definitivo.

Pit bull com deficiência abandonado estrada adotado
Benjamin ficava em cima de uma tábua. Foto: Diêgo Holanda/G1

A estudante é voluntária da ONG Socorristas de Animais, e se ofereceu para adotar Benjamin após receber mensagens no WhatsApp com fotos do cachorro e ficar tocada com a situação do doguinho.

“Foi uma alegria inesperada, pois pensei que ele [Benjamin] estaria tristinho pela situação em que se encontrava. Na hora que o vi, ele começou a abanar o rabo, depois o peguei e ele começou a me lamber, comecei a fazer carinho nele. Nossa, foi demais”, disse, emocionada.

Benjamin tem 8 meses de idade e vai dividir a casa com mais sete animais – três gatos e quatro cachorros – de Michele e seu marido, Matheus.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pit bull com deficiência abandonado estrada adotado
Ben, o pitbull, e Teo, o vira-lata: inseparáveis. Foto: Diêgo Holanda/G1

Um deles, Teodoro, 7 anos, foi atropelado e teve uma pata dianteira amputada.

Segundo Michele, Ben e Teo já fizeram amizade e são um grude. “O Benjamin é tranquilo e se deu bem também com os outros. Eu perdi uma gatinha recentemente atropelada e é horrível. Há pessoas que não têm cuidado. Mas agora é amor dobrado ao Benjamin e aos outros”, assegurou.

A história da noiva que visitou a amiga 1 hora antes do seu casamento define o que é amizade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Há alguns dias, o pitbull foi levado para uma clínica veterinária para fazer exames. Constatou-se que as patinhas viradas para trás são resultado de uma condição congênita (ao nascer), o que provavelmente ‘motivou’ seus antigos donos a abandonarem Benjamin.

Pit bull com deficiência abandonado estrada adotado
Foto: Diêgo Holanda/G1

O cão deve começar a fazer fisioterapia para estimular o movimento dos músculos e evitar que fiquem mais atrofiados do que já estão. Sua família avalia adquirir um carrinho para facilitar a locomoção do pitbull, pois, de tanto se arrastar, seus cotovelos e joelhos estão machucados.

[Ajude a ONG Amigos de São Francisco a cuidar de pitbulls resgatados de uma rinha. Clique aqui e faça a sua doação.]

A equipe veterinária que atendeu Ben descartou a possibilidade de que ele tenha sido espancado, mas que a negligência e a falta de tratamento adequado piorou o quadro de saúde do cachorro.

Pit bull com deficiência abandonado estrada adotado
Foto: Diêgo Holanda/G1

“O abandono contribuiu. O médico disse que é congênito, já nasceu assim praticamente e só foi piorando cada vez mais, pois não teve o tratamento adequado quando mais filhotinho, não fez fisioterapia. Mas agora ele está bem. Vai crescer ainda. Vai engordar. As cicatrizes dele irão sumir”, relembrou Michele.

“É meu, é nosso. Recebo muito carinho das pessoas, muitas mensagens positivas, gente querendo ajudar, perguntando se ele já foi ao veterinário”, contou a estudante.

Interessados em ajudar no tratamento ou na compra do carrinho de Benjamin podem ligar no número 69 98103-1414 (Michele).

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: G1

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,990FãsCurtir
1,932,603SeguidoresSeguir
9,455SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza cria plataforma para autônomos venderem a própria mercadoria

O Magazine Luiza lançou hoje (31) o Parceiro Magalu, uma plataforma digital de vendas para ajudar micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Pai adota 5 irmãos que viviam em abrigos diferentes para que não se separassem

Barreto diz que adotaria 10 crianças e adolescentes se tivesse condições.

Cão terapeuta conforta médicos que lutam contra coronavírus e emociona a web

Os profissionais de saúde estão na linha de frente para combater o novo coronavírus (Covid-19), ajudando no tratamento e cura dos pacientes infectados. O ambiente...

Instagram