Casal americano adota quatro irmãos brasileiros para formar uma família completa

Os orfanatos são lar de muitas crianças que foram vítimas de maus tratos, negligência e abandono. No coração delas, um misto de dor pela falta de base materna/paterna e alegria por terem um lugar seguro para ficar. Assim era a vida de quatro irmãos brasileiros, antes de serem adotados por um casal americano. Sem querer separar as crianças, eles resolveram formar uma família completa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Brandon e Jeniffer Pratt já estavam acostumados com o Brasil porque a irmã dela é casada com um brasileiro. Assim, decidiram iniciar o processo de adoção por aqui, que é bem longo e burocrático. Cientes disso, contrataram uma agência especializada para ajudá-los e ficaram dois anos e meio na expectativa de aumentar a família.

O casal, que vive em Iowa, nos Estados Unidos, já desejava adotar irmãos, pois gostariam de ter mais de um filho. Então deixaram isso bem claro para a agência contratada logo de início, até para não terem de passar por todo o processo novamente. Eis que, no meio do caminho, encontraram Leandro, Cristiano, Enzo e William, com idades entre 2 e 6 anos, que por negligência dos pais viviam em um orfanato em Recife/PE: “Sabíamos que as crianças eram para ser nossas. Deus as colocou no nosso caminho”, disse Brandon, em entrevista ao site AcheiUSA.

Foram 30 dias de adaptação para as crianças até o dia 22 de dezembro de 2016, quando passaram a integrar legalmente a família Pratt. O pai de primeira viagem contou que mesmo com as crianças se adaptando bem ao Estados Unidos, existe uma preocupação em manter a conexão dos filhos com o Brasil. “Estamos sempre atentos para oferecer aos meninos a maior quantidade de experiências possíveis. Nós vimos um grande progresso no idioma logo que chegamos aos EUA. Eles são fáceis de lidar e a adaptação está sendo bem mais fácil do que imaginávamos”.

Ao ser questionado sobre o processo de adoção, o pai diz que embora haja muitas dificuldades pelo caminho, a atitude e o amor que se constrói compensa. “Eu encorajo todas as famílias que queiram adotar uma criança pra que olhem com carinho para o Brasil. As crianças brasileiras são incríveis. Elas são abertas à ideia de família e a cultura é maravilhosa”. Enquanto houver amor, coragem e boa vontade, sempre vão valer a pena todos os esforços.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casal americano adotou todos os irmãos

Leia também:

Fazendeira britânica instala sua própria banda larga e agora abastece comunidades rurais

Com faixas de pedestres coloridas, artista deixa as ruas de Madri mais seguras

Horta comunitária criada por casal transforma vizinhança em Atibaia, interior de SP

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casal americano

[Atualização]

Olha que lindeza eles estão agora:

Casal americano adota quatro irmãos brasileiros para formar uma família completa 2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Reprodução/Acervo pessoal

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,849,393SeguidoresSeguir
24,900SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Humanscope provoca diálogos em galeria digital de perguntas

Ação inédita no Brasil, o Humanscope reuniu em uma galeria em uma casa histórica de Curitiba (PR) 150 retratos e questionamentos que permitiram reflexões...

Bebê nasce durante voo e ganha viagens de graça pelo resto da vida

Um bebê que nasceu no último dia 17, já chegou recebendo um presente que ele, provavelmente, vai agradecer pelo resto da vida: passagens aéreas...

Vídeo de homem tirando a camisa para dar a morador de rua tremendo de frio vai aquecer seu dia

Diz se tem algo que renova mais a sua fé do que ver alguém fazendo uma gentileza com quem mais precisa? No metrô em Nova York, um...

Estudantes da UniNorte homenageiam motorista e cobradora de ônibus durante colação de grau

O motorista de ônibus Elivan da Silva Dutra e a cobradora Alcione Cardoso Guimarães foram homenageados pelos formandos do curso tecnólogo de Serviços Judiciários e...

O que mudou depois que resolvi sair do armário (“culpa” da Pabllo Vittar)

No dia 17 de maio de 1990, há exatos 30 anos, a homossexualidade deixou de ser considerada uma doença pela Organização Mundial da Saúde...

Instagram

Casal americano adota quatro irmãos brasileiros para formar uma família completa 3