48 anos depois, casal de idosos se reencontra em asilo e se casa

Quem diria que depois de uma vida toda, onde você acha que tudo que já podia ter vivido já viveu, você reencontra o amor de adolescência, em um lar de idosos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pois foi isso que aconteceu com Adail de Souza Lima, de 62 anos, que reencontrou depois de 48 anos o seu amor da adolescência, o aposentado Bonifácio Gonçalves de Faria, de 86 anos, as informações são do G1.

Adail conta que está muito feliz, pois conseguiu casar com o homem de sua vida e que agora vão recuperar os anos de desencontros.

O casamento ocorreu com a ajuda de voluntários, na capela do lar São Vicente de Paulo, em Itapetininga (SP), local onde moram atualmente, tudo com muita emoção, com direito a igreja decorada, buquê e marcha nupcial.

“Foi um dia muito especial. Não tem como não segurar as lágrimas. Eu sempre soube que ele era o homem da minha vida. Estávamos destinados a ficar juntos”, disse ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

casal de idosos
(Foto: Lucas Cerejo/TV TEM)

O desencontro

Segundo a noiva, eles se conheceram quando ela tinha 14 anos e morava em Cruzeiro do Oeste, no Paraná, ele foi contratado para trabalhar de tratorista pelo cunhado de Adail e foi amor à primeira vista. Mas, a família não lidou bem com o relacionamento, pois na época ele tinha 39 anos, e ela era muito nova. Ele então mudou de cidade e desde então nunca mais se viram.

Bonifácio tentou encontrar Adail por muitos anos, mas não conseguiu encontrá-la.”Durante 15 anos eu procurei por ela, fui para São Paulo, Rio de Janeiro, mas nada. Pensei que nunca mais iria vê-la novamente”.

O Reencontro

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Adail é viúva e mora no lar de idosos há 10 anos, e Bonifácio também ficou viúvo e foi levado para o asilo há dois anos. Mas, em um dia do passado, ele a viu sentada em um banco e assim que se viram já se lembraram do amor vivido no passado e começaram a namorar.

Depois de um tempo, quiseram oficializar a união, e contaram aos funcionários do lar de idosos, que prontamente se mobilizaram para fazer uma festa com tudo que eles tinham direito depois de tanto tempo separados.

Com ajuda de voluntários, a cerimônia aconteceu de forma emocionante, que nos lembra que um grande amor sempre pode acontecer, mesmo que para isso tenha esperado tanto tempo. Felicidades ao casal!

Com informações do G1. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Lucas Cerejo/TV TEM

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,415,745SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pela primeira vez na Índia, um trem de carga é operado apenas por mulheres

Um momento histórico para os direitos das mulheres na Índia. Pela primeira vez, um trem de carga é comandado apenas por profissionais do sexo...

Analfabeto sonha construir biblioteca para diminuir analfabetismo no interior da Bahia

Sua proposta é ajudar as crianças e adultos nos estudos, diminuindo o analfabetismo e evasão escolar em comunidade baiana.

Casal resgata doguinho abandonado na estrada e ganha o melhor companheiro de viagem

Um casal resgatou um doguinho abandonado no meio de uma estrada. Olha o perigo do pobrezinho ser atropelado! Ele veio todo faceiro pra cima do...

Bill Gates acredita que o mundo está ficando melhor em editorial Time

Para o ex-CEO da Microsoft, o pessimismo das pessoas tem ligação com veículos de imprensa que divulgam apenas notícias negativas

Alunos desenvolvem aplicativos de preservação e valorização do Cerrado

Para retratar um dos maiores biomas brasileiros em suas diversas características, os professores de Geografia e Arte do​ sétimo ano do Ensino Fundamental II...

Instagram