Casal de mecânicos idosos conquista clientes com ato de honestidade

Por Rio de Boas Notícias

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um fio solto. Preço do serviço: nada. Atitude levou Omar Monteiro Júnior, que já havia passado em duas oficinas que cobrariam caro pelo conserto de seu carro, a elogiar o casal na internet. História viralizou – e pela segunda vez!

A simpática dona Margarida Maria Rosa Sampaio, 68 anos, já atende o telefone dando risada: “está todo mundo me ligando hoje! Ela e seu marido, Jorge Sampaio, 69 anos, são os mecânicos que atenderam Omar, há dois anos, para consertar o ar-condicionado do carro, na oficina Auto-Ar, que fica no Maracanã, Zona Norte do Rio. Nada complicado: era apenas um fio solto que foi recolocado no lugar e tudo voltou a funcionar perfeitamente.

E o que esta história tem para virar notícia? Antes de encontrar a oficina Auto-Ar, de seu Jorge e dona Margarida, Omar já havia orçado o conserto de seu carro em dois outros estabelecimentos. Os dois haviam apontado problemas no compressor, que custariam bem caro: de R$ 200 a R$ 2.000.

Dona Margarida e seu Jorge com o neto Harrison, que trabalha com eles na oficina
Dona Margarida e seu Jorge com o neto Harrison, que trabalha com eles na oficina

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Já com a certeza de que teria um baita prejuízo com esse ar-condicionado, fui a uma pequena lojinha ali na Tijuca [Maracanã]. Essa pequena oficina é tocada por um casal de senhores idosos, super simpáticos, a Dona Margarida que entende tanto quanto o Sr. Jorge, com a ajuda do neto deles. Dá pra ver a honestidade em seus olhares de longe”, escreveu Omar na postagem que fez em sua página no Facebook.

Para sua surpresa, seu Jorge apenas “meteu a mão por dentro do motor do carro até o compressor e simplesmente plugou um cabo que estava solto. Imediatamente o ar do carro voltou a gelar!”, conta Omar. “Ele brincou: ‘rapaz, esse seria o compressor mais caro da sua vida’. Detalhe: ainda fez um teste de ruído com o compressor e com a bobina, disse que não há sequer um sinal de comprometimento ou desgaste dessas peças. Não cobrou nada, sorriu e ainda me ajudou a sair com o carro pelo trânsito”.

Postagem conta história de mecânicos honestos
(Postagem feita em 2017 foi republicada na semana passada)

Esta história aconteceu há dois anos. Na época, também ganhou as redes sociais e viralizou na internet. Dona Margarida, proprietária da oficina especializada em manutenção de ar-condicionado automotivos há 43 anos, conta que seu movimento aumentou bastante depois da postagem feita por Omar.

Dobrou o meu número de clientes. Passamos a atender muita gente que vem de longe, como Niterói e Nova Iguaçu, o que não era tão frequente. O Omar virou meu amigo. Sempre conversamos pelo WhatsApp”, diz dona Margarida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer mais boas notícias do Rio? Leia também:
Fotógrafo compra câmera roubada e procura antiga dona para devolver
Jovem encontra bolsas com R$ 200 mil e devolve ao dono
Senegalês vende óculos 10x mais caro e volta pra corrigir erro

Aliás, Omar não fez apenas a postagem elogiosa à oficina. Ele também criou uma página no Facebook para a Auto-Ar, que não tinha divulgação na internet, conta Harrison, 28 anos, que é neto dos mecânicos e trabalha com eles na oficina. Harrison lembra que Omar criou a página para seus avós logo depois de publicar a história: “Vieram muitas pessoas procurando o Omar, aí ele decidiu fazer a página pra que pudessem fazer um contato direto com a gente.”

Dois anos depois (ou melhor, na semana passada), Omar novamente postou a história em sua página, já que ela reapareceu para ele como lembrança automática do Facebook. E, de novo, a história conquistou a internet. Em menos de cinco horas, só em nossa página no Rio de Boas Notícias, já obteve 4,6 mil curtidas e quase 3 mil compartilhamentos.

É que tem muita gente fazendo besteiras no carro dos outros. Aqui não invento nada. E meu preço é justo: se é o compressor e tem que trocar, vamos trocar. Mas se é só uma mangueira, então é só isso que será feito”, diz dona Margarida. Ser honesto vale a pena!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ah, a Auto-Ar fica na Rua Dona Zulmira, 10, Maracanã, Rio de Janeiro. O telefone é (21) 2254-5348. E a página deles no Facebook está neste link.

Crédito de fotos: reprodução/Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escolas em todo mundo estão cancelando o evento do Dia das Mães após incidentes traumáticos

Uma vez publicamos aqui no Razões sobre um bilhete de escola destinado apenas às mães e que teve uma resposta de uma mãe pedindo...

Taiwanês de 97 anos salva sua aldeia pintando casas com arte colorida

Há cerca de dez anos, Huang Yung-fu, enfrentou um impasse. O governo de Taiwan, na Ásia Oriental, ameaçou derrubar sua aldeia centenária, uma vez...

Alagoana aprovada em intercâmbio em Harvard consegue 200 bolsas de inglês online para estudantes do NE

Esse nosso Nordeste tem muita gente massa mesmo! A alagoana de Arapiraca, Natália Cecília Carvalho Ribeiro, 23 anos, já tinha enchido a gente de orgulho...

Você é capaz de se maquiar sem ajuda do espelho? Mulheres com deficiência visual provam que sim

Toda mulher tem o direito de se sentir linda. Mesmo quando não consegue se ver.

Jovem que quase largou a escola vai estudar medicina em Harvard

Marcinho é de uma família de catadores de material recicláveis. Ele ralou muito para entrar na universidade de medicina e, agora, tenta ir estudar em Harvard.

Instagram