Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é soropositivo: contraiu o vírus da imunodeficiência humana (HIV) ainda na barriga de sua mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre uma rejeição e outra, a pequena conheceu Damian Pighin e Ariel Vijarra, um casal argentino que estava à procura de uma criança para adotar há anos.

Assim que se encontraram pela primeira vez, eles se apaixonaram pela bebê e decidiram iniciar todo o processo legal para levarem Olivia para casa.

Damian e Ariel são o primeiro casal abertamente gay a se casar na cidade de Santa Fe, Argentina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje, são pais de duas meninas adotivas: Olivia e Victoria. Eles trabalham voluntariamente em uma ONG que auxilia casais hetero e homossexuais a adotarem filhos considerados ‘indesejados’.

Olivia se juntou à família com um mês de idade, após todo o burocrático trâmite da adoção.

Os papais aguardaram pacientemente a autorização da Justiça, que se manifestou até um pouco mais rápido do que o comum. Enquanto isso, organizaram a casa e montaram um quarto especial para receber a filha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Damian e Ariel aguardaram três anos para adotar uma criança. Para eles, a espera mais do que valeu a pena. “Olivia é perfeita”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando foram ao orfanato conhecê-la, o casal se apaixonou pela fofura e delicadeza da menina. Eles conseguiram segurá-la e alimentá-la no colo sem que ela chorasse uma única vez. Naquele momento, identificaram uma ‘conexão especial’.

O tratamento com medicamentos antirretrovirais controla a ação do vírus HIV, de modo que Olivia pode viver uma vida tranquila e estável, sem maiores complicações.

Segundo seus pais, graças à eficácia do tratamento, o HIV não é mais detectável no corpo da menina.

Alguns meses depois de adotarem Olivia, o casal adotou uma segunda menininha: Victoria.

Ambas têm a mesma idade, completando 5 anos no final deste ano.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Bored Panda/Fotos: Reprodução/Facebook @avijarra

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,211SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Sertão de PE terá centro de cidadania LGBT e combate à homofobia

Sertão Pernambucano ganha seu primeiro Centro de Referência em Cidadania LGBT na Prevenção e Combate à Homofobia (CCH). Localizado no município de Belém do São Francisco o espaço...

Projeto do Lar Dos Velhinhos resgata troca de cartas com idosos e busca novos voluntários

(Por Claudia Corbett) Toda semana os idosos do Lar dos Velhinhos de Campinas (LVC), entidade parceira da Fundação FEAC, aguardam a chegada do carteiro. Eles...

Pela 1ª vez, cientistas eliminam HIV do genoma de animais vivos

Uma equipe de médicos e cientistas da Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, anunciou um feito impressionante na busca incansável pela cura do vírus...

Esse coletor menstrual quer revolucionar a vida das mulheres

Você até já se interessou pelos famosos coletores menstruais, mas se perdeu na hora de definir o tamanho certo, forma de colocar, higienizar, etc.? Fomos...

ONG lança campanha de financiamento coletivo para conscientização sobre o câncer de ovário

A Associação de Combate ao Câncer de Ovário (ACCO) faz um trabalho incrível de conscientização sobre o câncer de ovário no Brasil através de...

Instagram