Casal lésbico se reveza na amamentação e mostra que não precisa parir para produzir leite

A fotógrafa Lacey Barrat, que vive em Melbourne, na Austrália, publicou na sua página no Facebook fotos de um casal lésbico, Steph e Caire Eden Mcllroy, que decidiu dividir a experiência de amamentar a filha recém-nascida. A ideia é conscientizar casais LGBTs sobre a amamentação dos seus filhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Podemos falar sobre como isso deveria ser NORMAL? Ter um desejo de compartilhar a responsabilidade com seu parceiro é normal e POSSÍVEL. Senhoras, vocês sabiam que não precisam ser mãe biológica para amamentar?, escreveu a fotógrafa. “Casais masculinos do mesmo sexo, vocês sabiam que podem encontrar uma mulher para amamentar o seu bebê? As possibilidades são infinitas, e devem ser respeitadas como um casal heterossexual é”.

Leia também:

Desconhecido paga compras de idosa após ela ter cartão recusado em mercado

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Instituto faz chamada pública para inscrições de projetos sociais em educação

Menino de 5 anos corta o cabelo igual do amigo para tentar enganar professora

Claire foi quem deu à luz a menina, em janeiro, mas as duas alimentam a filha. Isso graças à uma técnica chamada “indução à lactação”. No caso de Steph, ela usa uma bomba de sucção para estimular seus seios a produzirem leite. Ela também toma remédios para estimular a prolactina, hormônio que desencadeia a produção de leite materno.

“É totalmente normal e confortável e algo que fazemos todos os dias em nossa casa e queríamos sensibilizar os casais do mesmo sexo”, disse Claire ao Daily Mail Australian. “Mesmo sem carregar uma criança, você ainda pode nutrir e alimentar seu filho do seu corpo”.

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha 2

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha 3

Como é no Brasil?

Por aqui, a indução é feita geralmente por meio da oferta de leite artificial ou materno, através de um cateter acoplado externamente ao seio, ao mesmo tempo que o bebê suga o peito.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A sonda conduz o líquido, armazenado em um recipiente, até a boca da criança, por conta da sucção. Esse tipo de amamentação também estimula o organismo da mulher a fabricar leite depois de um tempo, pois, à medida que o bebê suga o peito, mais líquido é produzido.

Com informações do Uol e HUFFPOST / Fotos: Reprodução/Lacey Barrat

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,020,257FãsCurtir
2,152,175SeguidoresSeguir
11,488SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Após alagamento, vaquinha arrecada R$117 mil e idosos ganharão um lar novo (BA)

Os velhinhos da Casa de Idosos Giuseppe Aras, em Itabela (BA), vão ganhar um lar novo! O asilo onde os 34 idosos moravam ficou alagado...

Pescadores salvam 5 tartarugas marinhas presas em rede de pesca

Na praia de Araranguá, em Santa Catarina, o que tinha tudo para ser apenas mais um dia normal para alguns pescadores, transformou-se em uma...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Itália começa a sair do confinamento com reabertura de comércio e igrejas

Hoje (18) o dia amanheceu diferente na Itália. Amanheceu “lindo e excitante” como descreveu um barman de Roma. Após dez semanas de portas fechadas, lojas,...

Instagram