Casal lésbico se reveza na amamentação e mostra que não precisa parir para produzir leite

A fotógrafa Lacey Barrat, que vive em Melbourne, na Austrália, publicou na sua página no Facebook fotos de um casal lésbico, Steph e Caire Eden Mcllroy, que decidiu dividir a experiência de amamentar a filha recém-nascida. A ideia é conscientizar casais LGBTs sobre a amamentação dos seus filhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Podemos falar sobre como isso deveria ser NORMAL? Ter um desejo de compartilhar a responsabilidade com seu parceiro é normal e POSSÍVEL. Senhoras, vocês sabiam que não precisam ser mãe biológica para amamentar?, escreveu a fotógrafa. “Casais masculinos do mesmo sexo, vocês sabiam que podem encontrar uma mulher para amamentar o seu bebê? As possibilidades são infinitas, e devem ser respeitadas como um casal heterossexual é”.

Leia também:

Desconhecido paga compras de idosa após ela ter cartão recusado em mercado

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Instituto faz chamada pública para inscrições de projetos sociais em educação

Menino de 5 anos corta o cabelo igual do amigo para tentar enganar professora

Claire foi quem deu à luz a menina, em janeiro, mas as duas alimentam a filha. Isso graças à uma técnica chamada “indução à lactação”. No caso de Steph, ela usa uma bomba de sucção para estimular seus seios a produzirem leite. Ela também toma remédios para estimular a prolactina, hormônio que desencadeia a produção de leite materno.

“É totalmente normal e confortável e algo que fazemos todos os dias em nossa casa e queríamos sensibilizar os casais do mesmo sexo”, disse Claire ao Daily Mail Australian. “Mesmo sem carregar uma criança, você ainda pode nutrir e alimentar seu filho do seu corpo”.

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha 2

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha

Casal lésbico se reveza na amamentação da filha 3

Como é no Brasil?

Por aqui, a indução é feita geralmente por meio da oferta de leite artificial ou materno, através de um cateter acoplado externamente ao seio, ao mesmo tempo que o bebê suga o peito.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A sonda conduz o líquido, armazenado em um recipiente, até a boca da criança, por conta da sucção. Esse tipo de amamentação também estimula o organismo da mulher a fabricar leite depois de um tempo, pois, à medida que o bebê suga o peito, mais líquido é produzido.

Com informações do Uol e HUFFPOST / Fotos: Reprodução/Lacey Barrat

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,842,344SeguidoresSeguir
24,826SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professora dança junto com aluna que tem paralisa cerebral em apresentação na escola

A professora de ensino fundamental Regina Madeira preparou uma apresentação especial das suas alunas para os pais na Escola Estadual Professora Maria Amélia Guimarães,...

No lugar de cesta básica, família ganha ‘vários pacotes de sal’, comove internautas e recebe R$ 46 mil em doações

Nove pacotes de sal e quatro de farinha. A tal “cesta básica” acabou com a dona de casa Marcela Marinho.

Viver para criar: plataforma gera proximidade com fãs e sustentabilidade financeira a criativos

Por Roberto Lourenço A vida de quem trabalha com criação de qualquer tipo costuma ser bem difícil às vezes, não é? Um músico independente, por exemplo,...

10 anos depois, ex-viciado devolve dinheiro e pede desculpas à loja que havia roubado

Um homem anônimo deixou um bilhete de desculpas e US$ 400 na porta de uma loja em Nashville, no Estado americano do Tennessee, no último...

Cantor emociona idosa que nunca teve uma serenata; assista

Um cantor de rua fez uma linda surpresa para uma idosa que nunca tinha recebido uma serenata no Dia dos Namorados, comemorado na última...

Instagram

Casal lésbico se reveza na amamentação e mostra que não precisa parir para produzir leite 1