Casal de velhinhos faz roupas de crochê para bebês e doa a famílias carentes sem enxoval

O crochê é a diversão preferida do casal de Joinville Therezinha e Artidor, em Santa Catarina. A arte de “crochetar” ocupa 12h ou mais, por dia, do tempo deles.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Fico o dia todo fazendo. Não faço outra coisa, porque eu gosto de estar fazendo coisinhas assim”, disse o seu Artidor em entrevista à RICTV.

Mas, o trabalho artesanal dos dois não é para venda. O casal doa todas as roupas costuradas para bebês carentes, desde casaquinhos a toucas de lã.

Eles entregam as peças no Mutirão do Amor, uma organização que ajuda preparar enxovais para mamães sem condições de comprar as roupinhas do bebê.

“A gente faz pro Mutirão do Amor e também eu faço pra dar de presente para pessoas conhecidas, às vezes, uma irmã quer dar um presentinho pra uma grávida e daí eles trazem a lã e eu faço”, diz dona Therezinha. “Sempre pra doação”, enfatiza.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

croche3

croche4

croche5

croche7

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

croche8

Todas as imagens: Reprodução/YouTube

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,993,160SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Hospital infantil ganha novas pinturas nas paredes que são pura alegria para as crianças

Lugar de criança nunca deveria ser o hospital. Mas, infelizmente, alguns pequenos praticamente não conhecem outra vida que não de tratementos e salas médicas. Porém,...

Um ano após morte de noiva no casamento, homem doa todo valor de vaquinha e celebra vida de filha

Jéssica e Flávio estavam com casamento marcado para o dia 14 de setembro. Ela, grávida de sete meses, teve um AVC na porta da...

Garoto de 11 anos dá exemplo ao escrever carta para o primeiro-ministro australiano após vetar Casamento Gay

A carta já começa desta forma: “Meu nome é Orlando Burcham, tenho 11 anos e eu gostaria de saber por que você não permitiu...

Catadoras encontram equipamento furtado e devolvem à Santa Casa de Sorocaba

O aparelho digitalizador de imagens de raio-X furtado na Santa Casa de Sorocaba (SP) na madrugada de domingo (2) felizmente foi recuperado na manhã...

Esta cadelinha pega elevador todos os dias para fazer companhia a idosos de asilo

O trabalho da cadelinha Nala é visitar os pacientes de um centro de cuidados de idosos em Minnesota, Estados Unidos. Ela faz uma ronda...

Instagram