Casal vence o câncer por três vezes e ganha o casamento de presente

Não foi uma, mas três veze que o casal Bruna Batista Padtilha, de 24 anos, e Gabriel Delallo Caus, de 25 anos, de Cascavel, no Paraná, teve que lutar contra o câncer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa história de amor e superação começou em 2010, na faculdade, quando os dois eram apenas amigos. Naquele ano, Gabriel descobriu que tinha um câncer no sistema linfático.

Um ano depois, após a formatura de ambos, Gabriel e Bruna se apaixonaram e viraram um casal. O casal fazia planos de se casar, mas o desejo foi interrompido quando a doença novamente se manifestou em Gabriel, em 2012.

Gabriel fez todo o tratamento oncológico, mas em 2013, descobriu que outra vez o câncer havia atacado seu sistema linfático. “No dia que assinamos a entrada da compra da nossa casa soube da notícia”, conta Bruna.

Bruna e Gabriel/Foto: Reprodução
Bruna e Gabriel/Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bruna, então, deu total apoio ao namorado para vencer a doença: “Foram dois ciclos de quimioterapia e o transplante de medula óssea autóloga, quando os médicos utilizam o tecido do próprio paciente”.

Mas, seis meses depois, o tratamento não tinha surtido efeito. Um baque para a família, que mesmo assim permaneceu unida. Em maio de 2013, os exames detectaram que o jovem continuava doente. Só a doação de alguém poderia salvá-lo.

O doador foi o irmão do jovem, Douglas Rafael Delallo Caus, de 31 anos. Ainda no hospital, em 2015, Bruna e Gabriel retomaram o plano de se casar. O casamento aconteceria apenas em 2020 por questões financeiras. Mas, o casamento viria antes, graças a empatia das pessoas na internet.

“Uma amiga nossa deu uma força para participar de um concurso e ganhamos nosso casamento, todo de graça após uma votação na internet.”

O casamento aconteceu no último sábado (27). “Já vivi o nervosismo e ansiedade de dois transplantes, mas, cês já experimentaram casar”, escreveu Gabriel no seu perfil no Facebook na véspera da cerimônia. “Não tem como não agradecer a Deus por tudo, pois é ele quem permite a realização de sonhos e foi ele que nos sustentou nos momentos difíceis até chegarmos aqui, hoje.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja as fotos:

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações do Catve

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,123SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Aos 18 anos, refugiada cresceu em favela do Rio e hoje estuda na Harvard

Aos 4 anos, Mariam Topeshashvili, hoje com 18, mudou-se para o Brasil, mais exatamente para o Rio de Janeiro. Nascida na Geórgia, seus pais trabalhavam...

Polícia permite que motoristas paguem multas com doações a abrigos de animais

O Departamento de Polícia de Indiana, nos Estados Unidos, arranjou uma maneira brilhante de utilizar seu setor de serviços comunitários para beneficiar o abrigo...

Vizinho salva cadelinha que caiu do 9º andar de prédio

A cadelinha Mel foi amortecida pelo vizinho após cair de uma altura de cerca de 30 m.

Alunos fazem rifa para ajudar professor que está há dois meses sem receber

Professor não recebia salário há dois meses e meio.

Professora inclui aluno cego com materiais 100% táteis e viraliza nas redes sociais

A professora de Geografia Fabiana Rocha criou para Nathan gráficos com diversas texturas, pirâmides etárias de Lego, mapas com divisões em linhas e grãos, entre outros materiais táteis para incluir o aluno nas suas aulas.

Instagram