Juíza celebra casamento homoafetivo com bandeira LGBT e bolo para noivas

Em uma decisão inédita até então na América Latina, o STF julgou constitucional a união estável entre casais homoafetivos em 2011, reconhecida em cartório. Dois anos depois, estes casais passaram a ter o direito de converter a união estável em casamento civil a nível nacional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na semana passada, uma linda história se desenrolou no fórum de Bonito, município a cerca de 300 quilômetros de Campo Grande. A comarca do município recebeu pela primeira vez um casal de duas mulheres para converter a união estável em casamento civil.

Sensibilizada pela ocasião, a juíza Adriana Lampert resolveu fazer uma surpresa para as pombinhas e colocou sobre sua mesa a bandeira do arco-íris, símbolo da comunidade LGBTQ durante a cerimônia de conversão.

Para celebrar casamento homoafetivo, juíza estende bandeira LGBT e faz bolo para noivas

“Judicialmente esse foi o primeiro casamento na minha comarca e eu tive que valorizar esse momento. Em tempos de neoconservadorismo, elas duas se abriram, enfrentaram de cabeça erguida o preconceito e lutaram por um direito que é delas. Então, eu pensei em como conseguir uma bandeira e um bolo colorido”, explicou a juíza, ao site Campo Grande News.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Adriana conta que não sabia se as noivas iriam gostar da surpresa. “Como eu não sabia se teria a aceitação delas, no primeiro momento, eu deixei a surpresa no gabinete. Assim que oficializamos a união, eu pedi autorização para comemorar elas”, revelou.

O casamento também contou com um belíssimo bolo feito com as cores do arco-íris. Segundo Elaine Ferreira de Sousa e Cleusa Rosa Alves, agora recém-casadas, a gentileza da juíza selou a cerimônia com ‘chave de ouro’.

“O preconceito é muito explícito, inclusive, em casamentos civis do cartório. Quando a gente decidiu casar judicialmente, eu pensei que seria da mesma forma. Não esperava esse acolhimento por parte de uma juíza. Ficamos muito felizes”, descreveu Eliane.

Leia também: Após casamento, casal LGBT deixa as ruas e ganha casa própria

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Põe na Roda/Fotos: Reprodução

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,275,963SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Motociclista de 85 anos surpreende donos de loja com sua vitalidade e lucidez

Uma loja e oficina de motos de Santa Bárbara D'Oeste, São Paulo, recebeu a visita de um motociclista, pode-se dizer assim, incomum, procurando peças...

Um livro-documentário sobre a medicina humanizada no Brasil

No Brasil, sabemos que os hospitais públicos são caóticos e hostis, e por isso muitas vezes médicos e enfermeiros tem uma relação distante com...

Outubro Rosa: doe lenços e cartas para mulheres que lutam contra o câncer de mama

O Grupo Camaradas, em parceria com a Amigas do Peito, apoia o Outubro Rosa e promove a campanha “Lenços do Amor”. A ação convida...

Atriz Gloria Pires faz camisetas com suas frases no Oscar e doa lucro para ONG carioca

Se você não estava em Marte no último domingo, deve ter acompanhado a grande repercussão dos comentários da atriz Gloria Pires durante a transmissão...

Jovem com Down vai até o túmulo da mãe contar sua conquista: “Eu consegui. Eu me formei hoje!”

Entre todas as pessoas que aplaudiram Paul Marshall Jr. no dia da sua formatura do Ensino Médio, não estava Latonya Marshall, a mãe dele,...

Instagram

Juíza celebra casamento homoafetivo com bandeira LGBT e bolo para noivas 1