Projeto realiza casamento de mulher vítima de erro médico e com câncer raro em fase terminal

Subir no altar com vestido de noiva e recepcionar os convidados com uma linda festa. Este é o sonho da Rosália Macedo da Silva, de 37 anos, que há um ano e meio foi diagnosticada com um câncer raríssimo, tumor na coluna vertebral. Ela tem o grande desejo de se casar oficialmente com o companheiro Adriano Nunes Jesus, de 39 anos. Juntos há 19 anos, eles têm dois filhos, Lucas de 17 e Luciana de 12 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Rosália foi vítima de um erro de diagnóstico. Há 8 anos ela sentiu dores na coluna e procurou atendimento médico quando foi diagnosticada com hérnia de disco. Rosália foi medicada por anos sem nenhum resultado, até que as complicações começaram a aparecer e ela quebrou o pé. Procurando ajuda, conseguiu chegar às dependências especializadas da Unicamp onde recebeu o diagnóstico final.

Hoje, ela e a família, que são de Hortolândia, estão em Campinas, onde além do tratamento, recebem assistência da entidade Casa de Repouso Bom Pastor, que abriga pessoas em tratamento de câncer e familiar acompanhante, que estão em trânsito na cidade e sem condições de autossustento.

projeto realiza casamento mulher vítima erro médico câncer
Rosália foi diagnosticada com um tumor na coluna vertebral

Com o avanço rápido da doença, Rosália expôs o sonho de subir ao altar, e através da ajuda da Casa de Repouso, sua história chegou até o projeto social de Campinas, Casamento de Rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Filho organiza jantar romântico para pais comemorarem 10 anos de casamento

Com a saúde cada vez mais fragilizada e em fase terminal, Cintia Mizuno, Adriana Ferreira e toda a equipe do Casamento de Rua, abraçaram esta missão. Há três dias estão correndo contra o tempo para a realização deste sonho. O objetivo é realizar a cerimônia e a festa no dia 9 de maio, ou seja, nesta próxima quinta-feira, na capela da própria Casa de Repouso.

Porém, para a concretização deste sonho, o projeto conta com a doação e suporte de pessoas e empresas. Até este momento, conseguiram muita ajuda, mas ainda precisam de equipamentos de iluminação e som, além de comes e bebes.

projeto realiza casamento mulher vítima erro médico câncer

Segundo Cintia, a família é muito carente, e além da festa, precisa de muita ajuda financeira, já que Adriano, companheiro de Rosália, abriu mão do emprego para cuidar dela. “A vida dela ficou restrita entre a cama e cadeira de rodas, pois perdeu os movimentos dos membros inferiores. Isso tudo gerou muitos problemas financeiros, pois ele é quem sustentava a família. Estamos empenhados na realização deste sonho e em ajudar a família”, diz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para contribuir com o ação e ajudar a família de Rosália, será aberta uma vaquinha virtual. Enquanto isso, as pessoas podem contribuir doando pela conta bancária disponibilizada pela família. Empresas interessadas em ajudar com a festa, só acessar o site do projeto: www.casamentoderua.com.br

Os dados para ajudar são:

Caixa econômica
Operação 013
Agencia 88
C/P 00025290-8
Rosália Macedo da Silva

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

projeto realiza casamento mulher vítima erro médico câncer

crédito das fotos: Arquivo da família

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,274,824SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Israelenses e palestinos encontram na produção de azeite de oliva um caminho para a paz

Que tal deixar as diferenças de lado e focar naquilo que temos em comum?

Marido desempregado cuida da casa e faz cantinho de estudos para esposa passar em concurso

Tiago está desempregado há sete meses. Enquanto a esposa trabalha fora, ele cuida da casa e da filhinha do casal.

Primeira universidade sem professores e gratuita é inaugurada no Vale do Silício

Não existem professores, livros e nada é pago.

Startup cria plataforma para empresas premiarem funcionários que usam bicicleta

E se as empresas participassem ativamente da mudança e incentivassem seus funcionários a andar de bicileta? É exatamente o que a startup Bike na Firma quer ajudar...

Instagram

Projeto realiza casamento de mulher vítima de erro médico e com câncer raro em fase terminal 2