Com casas de show fechadas, drag queens se apresentam em janelas de apartamento em Paris

Com a pandemia do coronavírus, casas de shows e espetáculos no mundo inteiro foram canceladas. Mas e as pessoas que vivem disso? Como a pandemia ainda não tem data para acabar, muitos estão tendo que se adaptar a esta nova realidade, como um grupo de drag queens parisiense, que cansou de ficar parado e decidiu se apresentar através das janelas do apartamento de um dos dançarinos, no bairro de Montmartre – em Paris.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

drag-queens-janela-paris-1

A iniciativa começou em julho e com o sucesso que tem feito, não acabará tão cedo. A ideia foi de Bruno Agati, que vive em um apartamento do século 18, em um daqueles predinhos baixos clássicos europeus, bem de frente para um restaurante. Como o artista é muito amigo de sua vizinha de porta, perguntou despretenciosamente à ela, se ela não gostaria de emprestar seu apartamento para que o grupo de teatro Mixity pudesse se apresentar nos finais de semana. Para sua surpresa, a vizinha concordou e desde então, os cantores, dançarinos e atores se reúnem, levando o público do restaurante a um verdadeiro deleite.

drag-queens-janela-paris-2

Segundo Bruno, a apresentação das drag queens é um misto de teatro com dança, repleta de luz e encenações cuidadosamente preparadas pelo grupo. A diferença, no entanto, é que o tradicional palco foi substituído pelas janelas de seu apartamento, localizado no segundo andar, oferecendo uma visão perfeita aos parisienses e turistas que podem assistir um espetáculo completo enquanto estão no bar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Com a pandemia, não temos mais casas de show, cabarés e as apresentações que costumávamos fazer, mas os artistas precisam continuar com o seu trabalho e nosso grupo não pode parar. Então tive a ideia de usar meu apartamento e pedir uma ajuda à minha vizinha também. Hoje o espetáculo é realizado em 5 janelas”, explica o francês.

drag-queens-janela-paris-3

Com trilha sonora, luz negra e muita disposição, eles transformaram a esquina, que hoje recebe centenas de pessoas ansiosas para assistir a apresentação. Respeitando todas as diretrizes de segurança, o grupo mostra que, definitivamente, o sucesso sempre alcança aqueles que sabem se adaptar. Idosos, jovens, famílias e crianças de Paris se unem neste espetáculo repleto de respeito e aceitação: “É uma loucura, se alguém tivesse dito que nós iríamos assistir um espetáculo de drag queens nas janelas de um apartamento, eu não teria acreditado. É super familiar, pessoas de todas as idades, é simplesmente genial”, diz o artista Gwendal Marimouto, que costuma assistir as apresentações.

drag-queens-janela-paris-4

Ao final das apresentações, que acontecem aos sábados e domingos, o grupo desce e se aproxima das pessoas que estão no restaurante, afinal, todo mundo quer saber quem são eles. A dança final é feita com máscaras e dezenas de pessoas cantam junto, fotografam o grupo e o agradece por estes momentos de leveza e diversão em tempos difíceis. Quando as casas de espetáculo estão fechadas, ainda resta o amor pela arte e a união.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

drag-queens-janela-paris-5

Conteúdo do Balaio do Bem, site parceiro do Razões.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,500,572SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vídeo-campanha faz um alerta sobre a desvalorização do professor. Assista!

A rede Multisom produziu um vídeo-campanha que faz um alerta sobre a desvalorização dos professores colando em suas lojas cartazes com erros de português....

Estudantes italianos criam máquina que faz capinhas para celulares com plástico reciclado

A “My ProMotion” é um tipo de máquina de vendas que transforma lixo plástico em capinhas para celulares. Ele foi criado por um grupo...

Menina é levada por helicóptero Águia da PM para não perder transplante em hospital de SP

Devido a um intenso congestionamento e ainda um pneu furado, a estudante Maria Fernanda, de 10 anos, quase perdeu a cirurgia de transplante de...

“Meu pai, que tem síndrome de Down, me inspirou a ser a melhor pessoa possível”, diz filho

O estudante de odontologia sírio Sader Issa atribui seu sucesso e felicidade ao amor e suporte que teve dos pais ao longo de sua...

[VÍDEO] Mãe constrói escola em galpão no RS para que os 6 filhos não deixem de estudar

Ao ver seus 6 filhos tristes e desanimados para estudar, Daiane, com toda sua criatividade e amor, construiu uma escola para as crianças em...

Instagram