Catador que estudava com livros doados é aprovado em 2º lugar em curso de Medicina

Estudando com livros doados, o catador de recicláveis, Joel Silva, de 22 anos, foi aprovado em 2º lugar no curso de Medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA). Por que decidiu fazer Medicina? Para ajudar as pessoas de sua comunidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O rapaz mora na periferia de Belém e tirou uma nota ponderada de 826 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A UFPA é velha conhecida de Joel. Ele estudava Direito na mesma instituição, mas teve que abandonar o curso para trabalhar e poder ajudar sua família.

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar, você doa outro para crianças em situação de vulnerabilidade, clique aqui

Os pais do futuro médico ganham a vida como catadores de recicláveis há mais de 15 anos e sempre sonharam com um futuro diferente para o filho, incentivando-o nos estudos desde pequeno.

“Eu sempre fui incentivado a buscar a leitura. Como sou de uma área periférica, tinha poucas opções de lazer, e meu hobby se tornou ler”, conta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Rotina desgastante

A resiliência de Joel foi colocada à prova. Acordava junto com o sol, às 6h, para se arrumar, tomar café e trabalhar. Depois de um dia de trabalho exaustivo, começava estudar às 19h e só parava entre 22h e 23h.

Por sorte, sua caminhada não foi solitária e Joel pode se orgulhar de ter colegas de trabalho que o ajudaram a realizar seu sonho.

“Na cooperativa, eles têm roteiro fixo, passamos por determinadas ruas e batemos de porta em porta, conversando com moradores, coletando material. E sempre tem uma relação de confiança. E nessa situação, sempre tinha algumas pessoas com empatia, que queriam saber de nós. Muitos se solidarizaram, e alguns doavam material. Foi com eles que me preparei”, diz.

Medicina para quem precisa

Daqui a alguns anos, ele poderá retribuir a ajuda que recebeu cuidando das pessoas de sua comunidade.

“Aqui tem várias especialidades médicas que é bem difícil conseguir uma vaga. Precisamos de apoio, e quero ajudar”, afirma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Joel venceu a batalha duríssima por uma vaga em um curso extremamente disputado. Porém, tem outro desafio pela frente, que é se manter no curso. A evasão é uma realidade comum a muitos estudantes de baixa renda.

Joel sabe disso, mas vai lutar para ser vitorioso, mais uma vez. Se depender da nossa torcida, o diploma de médico está garantido! 👊

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar, você doa outro para crianças em situação de vulnerabilidade, clique aqui

Fonte: UOL

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele nem tinha dinheiro pro vestibular e se tornou o médico da família 👇

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Catador que estudava com livros doados é aprovado em 2º lugar em curso de Medicina 1

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,983,904SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal de PE adotou 3 filhas adolescentes e discorda do termo ‘adoção tardia’

Nunca é tarde para amar e ser amado. É possível amar um filho de qualquer idade”

20 vezes em que as pessoas deram um novo propósito a coisas antigas ao invés de apenas jogá-las fora

Surgida nos Estados Unidos, a técnica 'upcycle' (ou 'reutilizar'), consiste em, com criatividade, dar um novo e melhor propósito para um material que seria...

Vombates: os bichinhos heróis que cavaram a terra e revelaram um poço de água durante a seca

Quem diria que estes bichinhos fofos chamados vombates iriam salvar a pátria durante a temporada de seca australiana? Em Nova Gales do Sul, são...

Senhor que vendia seus desenhos para sobreviver nas ruas, agora terá sua própria exposição de arte

Don Baldemar é morador de rua e vive em uma praça na Cidade do México. Ele faz desenhos e os vende para sobreviver. Após...

Leiteiro salva vida de clientes idosas ao notar que garrafas entregues não haviam sido abertas

O leiteiro britânico Stephen Hayden, 63 anos, salvou duas clientes idosas no bairro de Wanstead, em Londres (Inglaterra). Ele percebeu que algumas garrafas que...

Instagram

Catador que estudava com livros doados é aprovado em 2º lugar em curso de Medicina 2