USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade das sequelas de vítimas do AVC, como a paralisia facial e a perda de movimentos do corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conhecido popularmente como cateterismo cerebral, o tratamento basicamente desentope artérias obstruídas do cérebro cerca de 24 horas após os primeiros sintomas. Tal método foi aprovado previamente pela Anvisa.

“Com o tratamento endovascular, às vezes, a gente vê respostas dramáticas. Pacientes que ficariam sequelados pelo resto da vida voltam a andar com esse tratamento. Então, é uma alternativa terapêutica muito interessante”, informou o neurologista Octávio Pontes Neto, da USP.

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC
Cateterismo cerebral em vítimas de AVC está sendo realizado no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto — Foto: Cláudio Oliveira / EPTV

Octávio diz que o procedimento consiste em “introduzir um microcateter em uma artéria na perna do paciente que avança até a área entupida do cérebro”; neste local, há um coágulo que impede a circulação sanguínea. O microcateter aspira e remove o coágulo com um dispositivo chamado stent, um desobstruidor de vasos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémProjeto registra o cotidiano de sobrevivente de AVC e prova que a vida não está no fim

De acordo com o pesquisador, a técnica é bastante eficiente e pode remover até 80% dos vasos sanguíneos comprometidos, sendo mais eficaz que o atual tratamento convencional, com medicação receitada que dissolve os coágulos formados no cérebro, causadores do AVC.

No entanto, o quão eficiente será o tratamento depende da gravidade da lesão e do tempo em que ocorreu. Octávio explica que quando um AVC ocorre, os neurônios sofrem com a falta de oxigênio e morrem a uma taxa de 1,9 milhão por minuto (um cérebro saudável têm 100 bilhões de neurônios).

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC
Microcateter é introduzido na artéria cerebral para retirada de coágulo — Foto: Reprodução

“É como se fosse uma fogueira queimando um canavial e a gente tem que correr, como um bombeiro, tentando apagar o incêndio, tentando abrir a artéria o mais rápido possível para restaurar o fluxo sanguíneo para o cérebro”, diz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémComo o companheirismo de filho salvou mãe com câncer, fratura e AVC

O sucesso do procedimento depende ainda de um fluxo colateral constante, isto é, que outras artérias estejam levando sangue à área do cérebro afetada pelo Acidente Vascular Cerebral. Por fim, é necessário que o infarto tenha sido identificado em seu estágio inicial.

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC
Pesquisadores da USP usam técnica de cateterismo cerebral para reduzir sequelas em vítimas de AVC — Foto: Cláudio Oliveira / EPTV

“Não é qualquer paciente com AVC isquêmico, mas aquele que tem oclusão de uma grande artéria do cérebro, em que a gente não consegue desentupir só com remédio na veia. Então, muitas vezes, além de receber o remédio, vai ser submetido a esse cateterismo”, conclui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

[Nota da Redação]

Entramos em contato com a faculdade, e estamos esperando retorno sobre como as pessoas podem procurar o tratamento.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Só Notícia Boa

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Aldeia da Amazônia ganha ação judicial contra gigante do petróleo

A Floresta Amazônica é conhecida e reverenciada como a maior e mais densa floresta tropical do planeta. Abrangendo nove países e sete milhões de...

Menino de 5 anos vende limonada para ajudar animais vítimas de maus tratos

Mais uma da série: crianças que nos dão esperança!

Painéis movidos a energia solar transformam vapor em água potável, em comunidade indígena nos EUA

Um projeto social muito bacana, está ajudando cerca de 15 famílias do povoado indígena Navajo, nos Estados Unidos. Em sua fase inicial, a iniciativa...

Professor usa a criatividade para aluna com deficiência dançar na apresentação da escola

Agostina encantou a todos com a alegria de estar realizando o sonho de ser bailarina por alguns minutos.

Funcionários de clínica compram trailer para vendedora que trabalhava com carrinho de mão

Mesmo com salários atrasados e benefícios bloqueados, os funcionários de uma clínica do bairro Guaratiba, no Rio de Janeiro, não mediram esforços para ajudar...

Instagram

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC 2