Cavalo se deita no chão para receber atleta cadeirante: ‘Relação de confiança’ [VÍDEO]

Há quase vinte anos, Andreia Úrsula, 43, sofreu um acidente de carro e perdeu os movimentos das pernas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na época, a paulistana que mora no bairro da Penha, zona leste de São Paulo (SP), havia se formado em Direito e sonhava se tornar delegada.

Andreia enxergou na tragédia o início de uma nova jornada: abraçou os esportes e se tornou paratleta, com destaque para o hipismo.

cavalo deita no chão para receber atleta cadeirante

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Nessa semana, ela viveu um dos momentos mais especiais de sua vida. Sozinha, conseguiu passar da cadeira de rodas para seu cavalo, que se chama Sheik.

cavalo deita no chão para receber atleta cadeirante

Para que isso fosse possível, seu cavalo de treinamento se deitou, levantando-se novamente só depois que a tutora estava segura em cima dele. Inteligente, Sheik entendeu que Andreia tem dificuldades para fazer a montaria.

cavalo deita no chão para receber atleta cadeirante

Sem dúvidas, uma cena linda, que emocionou muita gente! 😍

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

cavalo deita no chão para receber atleta cadeirante

Foi a primeira vez que a paratleta conseguiu essa proeza. “Foi uma gratificação muito grande”, disse. Em resposta, Andreia comemorou e agradeceu com um carinho.

A confiança que eu passo pra ele, é a confiança que ele sente em mim também“, garantiu.

cavalo deita no chão para receber atleta cadeirante

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Temporada de competições

É com Sheik que Andreia irá disputar o Campeonato Brasileiro, onde buscará uma vaga para a Seleção no final do ano.

Andreia não imaginava que um dia fosse viver e sentir tudo isso. “Confesso pra você que eu nunca imaginei nem ser uma atleta do hipismo, porque até então eu só fazia terapia. Também nunca imaginei que eu pudesse ter condições de montar sozinha no cavalo e fazer o que eu faço hoje”, desabafou.

Acidente e recomeço

A paulistana perdeu o movimento das pernas em 2003 depois de um acidente de carro.

“No momento do acidente eu já senti que algo diferente tinha acontecido. Não me desesperei e só agradeci a Deus pela segunda chance, por ainda estar viva“, disse.

Essa brasileira determinada, que não vê obstáculos em nada, virou inspiração pra muita gente.

“O que eu posso dizer é que, independente da situação que você esteja passando, não desanime, não desista porque existe sim outros horizontes pra você“.

Moradora da zona norte da capital paulista, Andreia sonha alto: quer representar o Brasil na Paraolimpíada de 2024, sediada por Paris, na França.

Se depender da garra e determinação, ela vai voltar de lá com (muitas) medalhas! ✨

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Confira o vídeo:

Fonte: Record TV
Fotos: Reprodução / TV Record

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,211SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Motorista desempregado distribui currículo no semáforo e recebe 40 propostas de trabalho

O motorista Flávio Leonardo, 34 anos, se inspirou nos ambulantes que vendem produtos no semáforo, em Brasília, para entregar o seu currículo. Rapidamente, o motorista...

Estamos apaixonados por essa espécie rara de marsupial: o canguru de árvore!

A gente adora descobrir novas espécies de animais fofinhos, que mais parecem ursinhos de pelúcia do que qualquer outra coisa. O Canguru de Árvore...

Série de fotos íntimas de casais prova que não existe gênero para o amor

Como a fotógrafa explicou ao A Plus, estas fotografias íntimas de casais millenials revelam as semelhanças entre diferentes tipos de relacionamentos, heterossexual, homossexual e tudo mais. Amor é amor.

No DF, escola propõe experiência pedagógica sem provas e com projetos ligados à comunidade

Já não é de hoje que estamos discutindo o modelo de educação atual, focado no método tradicional em que o conteúdo é passado de...

Projeto brasileiro que transforma madeira descartada em móveis ganha “Oscar” do design

Felizmente, o mundo está investindo cada vez mais em reciclagem e isso não se dá apenas no âmbito do lixo diário que nós produzimos,...

Instagram