Pesquisadora cearense cria prato 100% biodegradável feito com bananeira de quilombo

Reduzir a produção e o consumo em massa de plásticos descartáveis é o desafio do século. Apesar da grande dependência que temos deles, passou a ser uma tendência global o seu boicote, tendo em vista os danos que o plástico causa ao meio ambiente, especialmente os oceanos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Inspirada por essa tendência, a cearense Paula Facó criou um prato biodegradável feito a partir de plantações orgânicas de bananeira no quilombo da Serra da Rajada, em Caucaia (CE). A pesquisa foi realizada em parceria com outros seis pesquisadores em edital aprovado pelo Laboratório de Criação de 2019 da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco.

Paixão pela gastronomia

Formada em comunicação, Paula decidiu conciliar a profissão com sua paixão pela Gastronomia. Nos fins de semana, se reunia com uma amiga para vender sopa. “A gente tinha um desejo de não utilizar plástico de uso único e começamos uma busca por opções que causassem menos impacto ao meio ambiente“, conta. A motivação para a pesquisa veio justamente quando não encontraram produtos acessíveis.

cearense cria prato biodegradável feito bananeira quilombo

Com a ajuda do professor Adriano Mattos, analista do Laboratório de Biomassa da Embrapa, a pesquisadora se dedicou por sete meses até chegar ao resultado. “Conseguimos desenvolver um processo de produção simples, de forma a respeitar os conceitos de sustentabilidade, que está presente não só no produto final, mas em todas as etapas de produção.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Folha de bananeira substitui plástico em mercearia de SP

M.U.S.A

Batizados de M.U.S.A (Materiais e Utensílios Sustentáveis para Alimentação), os pratinhos são absolutamente seguros para a saúde e o meio ambiente, além de conferir visualmente um toque rústico e personalizado para qualquer cenário de decoração.

Paula conta que escolheu a banana como matéria-prima devido ao alto potencial de reutilização da fruta, que é uma das mais consumidas do Ceará. “O grande diferencial do utensílio e o que o difere de outros já existentes, como os de mandioca ou de coco, é que sua matéria-prima já está disponível na natureza”, explica.

Leia também: Supermercado da Tailândia troca plástico por embalagem feita de folhas de bananeira

Até palmito da bananeira pode ser aproveitado

Interessante notar também que a pesquisa demonstrou que há outras partes da produção da banana que poderiam ser reaproveitados, como o palmito da bananeira (uma planta alimentícia não convencional). As propriedades nutricionais e o sabor são semelhantes ao do palmito convencional extraído das folhas de algumas palmeiras.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Hoje, o objetivo da pesquisa é diversificar os utensílios para alimentação e desenvolver produtos a partir de outros resíduos da produção de bananeira, como o palmito e o coração ou mangará da bananeira”, afirma Paula.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Diário do Nordeste/Fotos: Reprodução/Camila Lima

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Pesquisadora cearense cria prato 100% biodegradável feito com bananeira de quilombo 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,081,440SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem com paralisia cerebral passa no exame da OAB

Sempre vai ter quem nos diga que algo é impossível e sempre vai ter quem nos prove que nada supera o esforço e dedicação...

Filhotes gêmeos de mico-leão-dourado em extinção nascem em São Paulo

E dois filhotes de mico-leão-dourado nasceram no início desse mês em um zooparque no interior de São Paulo. Essa é uma notícia maravilhosa! A boa...

Mercearia inova ao vender produto naturais e orgânicos sem embalagens

A cidade de Austin, no Texas, já é sede do famoso supermercado norte-americano que vende produtos naturais e orgânicos, o Whole Foods, mas isso...

Jovem pede água de aniversário e distribui 14 mil litros no sertão do Ceará

O jovem Pedro Henrique Cardoso pediu um presente para comemorar seu aniversário de 14 anos que pudesse amenizar a situação de dezenas de famílias que convivem com a seca no sertão do Ceará: garrafas de água.

Abatido e “de luto”, médico pede testes com substância que pode combater o câncer

Na quinta-feira (1/10), antes de um encontro com parlamentares em Araraquara, no interior de São Paulo, o médico e pesquisador Renato Meneguelo comentou o...

Instagram

Pesquisadora cearense cria prato 100% biodegradável feito com bananeira de quilombo 4