Após vencer as drogas, chef de cozinha leva hambúrguer e amor a desabrigados em BH

O chef de cozinha Iuri Jobim Chaves de Medeiros abre o coração e diz: “É uma terapia do espelho, eu ajudo e sou ajudado”. Há dois meses, ele distribui hambúrgueres para pessoas em situação de rua de Belo Horizonte.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“No final eu dou uma palavra de amor e superação por eu já ter vencido as drogas”, continua. Em 2013, Iuri começou a se voluntariar em projetos sociais e de lá pra cá sonhava em ter seu próprio projeto. Foi então que nasceu o Hamburger de Rua.

“Primeiro, eles abrem um sorriso e me questionam se é sério que estão ganhando um hambúrguer. Depois lembram da memória afetiva da época que se reuniam ainda com suas famílias em casa e iam comer um hambúrguer na praça.”

chef de cozinha sorrindo
Iuri sonha criar um instituto para ensinar moradores de rua a fazerem hambúrguer profissional e a montar uma hamburgueria. Foto: Reprodução/Instagram @iurijobim

Alguns, conta Iuri, dizem que a última vez que comeram um hambúrguer foi na infância, muito tempo atrás. No lanche, vai pão, carne, queijo e salada, “uma tabela nutricional completa, com carboidratos, proteína, queijo e salada. Sigo a linha do PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador)”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

chef de cozinha doa hambúrguer morador rua
O Hamburger de Rua existe há dois meses. Foto: Reprodução/Instagram @hamburgerderua

O chef não monta os hambúrgueres, mas compra de pequenas hamburguerias a preço de custo. Metade do dinheiro para comprar os hambúrgueres Iuri tira do próprio bolso, a outra ele recebe de amigos que acreditam no projeto.

“A média de cada ação é 40 hambúrgueres, total de 400 unidades até hoje. Já fiz ação de 10 hambúrgueres e foi mais impactante do que com 40 unidades”, diz.

hambúrguer
Hummmm, tá com uma cara deliciosa, hein? Foto: Reprodução/Instagram @hamburgerderua

Ele distribui o lanche no Centro de Beagá, em locais com grande aglomeração de pessoas em situação de rua, como a rodoviária.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desempregada, Paula improvisou uma loja de doces e sozinha aprendeu a fazer bolos. Seu sonho é ter a sua doceria. Vamos realizá-lo? Clique aqui.

“Vou com mais dois voluntários, mas quando tudo isso passar, pretendo reunir mais pessoas. Muitas pessoas querem fazer parte.”

homem segurando hambúrguer
Foto: Reprodução/Instagram @hamburgerderua

Alimento para a alma e o ouvido que escuta

Iuri também leva alimento para a alma dessas pessoas. É o ouvido que escuta vozes silenciadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eles são muito carentes, puxam assuntos dos mais diversos. Automaticamente um ou outro acaba sendo mais solícito para conversar. Todos são muito gratos pelo gesto que fazemos por eles. Pelo alimento e pela confiança de irmos onde a maioria não vai por medo e discriminação”, explica.

chef de cozinha conversando moradores rua
“Eles são muito carentes, puxam assuntos dos mais diversos”. Foto: Reprodução/Instagram @hamburgerderua

Próximos passos

A médio e longo prazos, Iuri quer fundar o Instituto Hamburger de Rua. Ele vai poder ensinar moradores de rua, dependentes químicos ou não, a fazerem hambúrguer profissional e como montar uma hamburgueria, com a experiência de quem já trabalhou em diversas hamburguerias.

“Eu sofri muito com as drogas, trouxe muita tristeza para mim e familiares. Perdi tudo, tive um despertar espiritual e a gastronomia me ajudou a reerguer e nunca mais usar. Estou limpo há três anos, pratico programa de recuperação, o mesmo que irei passar para eles [moradores de rua]”, conta o chef.

chef de cozinha doa hambúrguer morador rua
Foto: Reprodução/Instagram @hamburgerderua

“Pretendo após o curso que irei oferecer a eles postar o perfil no Instagram dizendo que concluíram o curso, e que estão disponíveis para trabalhos. Assim, as próprias hamburguerias do projeto podem contratar”, finaliza.

Demais, Iuri! Estamos na torcida!!

Siga o @gamburgerderua e apoie o projeto.

[ASSISTA: Segundo episódio do programa do Razões para Acreditar: Era Só  O que Faltava!] 

Tem corte de cabelo com ajuda de vídeo-chamada, tem giro de notícias com nosso comentarista mirim, tem Marcos Mion mandando recado pra menino autista e por aí vai.. bota o fone, e fica com a gente:

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,110,307SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menina de 9 anos viaja mais de 1000 km para retirar plástico das praias

Ontem foi o Dia Mundial da Terra, que tem como finalidade conscientizar as pessoas da importância em cuidarmos do meio ambiente e do nosso...

Criança emociona e vira exemplo ao dar carinho e afeto para idosa de 100 anos, em Leopoldina (MG)

O cuidado e atenção de Theylon com dona Maria Aparecida é algo emocionante. Eles não são parentes, mas de longe a gente sente aquele...

Cãozinho abandonado ‘invade’ viatura e é adotado por policial rodoviário em SC

“Me dá uma família”. Hahah Foi tipo isso o que o cãozinho que ‘invadiu’ a viatura quis dizer para o policial rodoviário, seu novo...

Wiley, o simpático dálmata que nasceu com um coração no nariz

Wiley é um dálmata de um ano de idade que ganhou fama na internet por sua inconfundível mancha de nascença em forma de coração...

Menino ganha violão de brinquedo, comemora, e vai às lágrimas com violão de ‘verdade’

Ele já tinha se contentado com o violãozinho de madeira que os pais deram, mas não sabia que ele fazia parte da surpresa!

Instagram

Após vencer as drogas, chef de cozinha leva hambúrguer e amor a desabrigados em BH 4