Chef Erick Jacquin adota gato de abrigo e o batiza de ‘Tompero’

O chef Erick Jaquin, 54 anos, sua esposa, Rosângela, e os filhos Edouard Jacquin, Elise e Antoine, decidiram aumentar a família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante uma visita ao abrigo da ONG Adote um Gatinho, em São Paulo (SP), o chef de cozinha francês adotou um gatinho de 4 meses de idade.

Inicialmente, sua esposa queria que o felino se chamasse ‘Elvis’, mas o jurado do MasterChef decidiu batizá-lo de Tompero — abraçando o meme que conquistou as redes sociais. Uma brincadeira dos internautas com o modo como o francês pronuncia a palavra ‘tempero’.

Chef Erick Jacquin adota gato tompero
Erick Jacquin com Tompero (esquerda) e Johnny (direita)

Tompero se junta a outro gatinho adotado pela família de Jacquin: Johnny, um felino da raça bengal, de pelagem tigrada, que nasceu no mesmo dia do casamento dos seus pais, em 23 de outubro de 2015.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Tia de jornalista adota gato que invadiu reportagem ao vivo: “Tivemos um final feliz”

De acordo com Rosângela, apesar do marido ser um aclamado chef de cozinha, os bichanos ficam ‘no básico’ com relação à alimentação. “Eles não comem foie gras, só ração mesmo”, brinca.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Veja SP/Fotos: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Este bebê de 2 anos ainda usa fraldas, mas já anda de skate melhor que muito marmanjo!

Chega a ser quase inacreditável, com apenas 2 anos, o bebê (!!!) Kahlei da Austrália já mostra uma habilidade excepcional para o skate, fazendo...

Nova campanha da ONG TETO chama a atenção para a realidade de favelas com nomes de pontos turísticos

A campanha convida a sociedade para conhecer favelas do Brasil que têm o mesmo nome de bairros, cidades e até países turisticamente famosos.

Mãe vende brigadeiros para pagar o tratamento do filho com Síndrome de Down

O dinheiro das vendas é revertido 100% para o tratamento do filho.

Morador de Pindamonhangaba constrói e distribui lixeiras pela cidade

O Seu Ademir, de 56 anos, começou esse trabalho voluntário há cerca de dois meses.

Homem toca violão para seu pit bull, que ama o som!

Não são só crianças fofíneas que curtem uma música boa, os catioros também adoram! Já vimos aqui no RPA cães que gostam de música, mas...

Instagram

Chef Erick Jacquin adota gato de abrigo e o batiza de 'Tompero' 2