Chef Erick Jacquin adota gato de abrigo e o batiza de ‘Tompero’

O chef Erick Jaquin, 54 anos, sua esposa, Rosângela, e os filhos Edouard Jacquin, Elise e Antoine, decidiram aumentar a família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante uma visita ao abrigo da ONG Adote um Gatinho, em São Paulo (SP), o chef de cozinha francês adotou um gatinho de 4 meses de idade.

Inicialmente, sua esposa queria que o felino se chamasse ‘Elvis’, mas o jurado do MasterChef decidiu batizá-lo de Tompero — abraçando o meme que conquistou as redes sociais. Uma brincadeira dos internautas com o modo como o francês pronuncia a palavra ‘tempero’.

Chef Erick Jacquin adota gato tompero
Erick Jacquin com Tompero (esquerda) e Johnny (direita)

Tompero se junta a outro gatinho adotado pela família de Jacquin: Johnny, um felino da raça bengal, de pelagem tigrada, que nasceu no mesmo dia do casamento dos seus pais, em 23 de outubro de 2015.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Tia de jornalista adota gato que invadiu reportagem ao vivo: “Tivemos um final feliz”

De acordo com Rosângela, apesar do marido ser um aclamado chef de cozinha, os bichanos ficam ‘no básico’ com relação à alimentação. “Eles não comem foie gras, só ração mesmo”, brinca.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Veja SP/Fotos: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,266,727SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante cria dispositivo que ajuda menina a tocar violino com uma mão só

O estudante desenvolveu um dispositivo que permite à pequena Neriah Rhodes tocar violino.

O brasileiro é extremamente empático, mas porque parece o contrário?

Podemos chamar de empatia, o ato de escutar e compreender a lógica do outro, já que é praticamente impossível se colocar no lugar de...

Senhora dá café da manhã na porta de hospital que trata pessoas com câncer

Dona Railda é aquele tipo de pessoa que encontra forças para ajudar as pessoas quando ela mesma precisa de ajuda.

Garotinho de 6 anos não contém a emoção no casamento dos pais

Você é do tipo que chora em casamentos? Pois é, eu também! Mas é difícil a gente ver uma criança se emocionar, não é...

Cientistas criam vacina que corta efeito do crack e cocaína

O dependente não terá o efeito das drogas caso elas sejam consumidas.

Instagram

Chef Erick Jacquin adota gato de abrigo e o batiza de 'Tompero' 2