China anuncia proibição de testes da indústria de cosméticos em animais

A indústria de beleza e cosméticos da China atualmente lucra cerca US$ 32 bilhões por ano (R$ 126 bilhões) e continua a se expandir em velocidade superior ao próprio crescimento do país.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O mercado emergente e com grande potencial ainda é se ‘escora’ na retrógrada legislação do gigante asiático: por lei, o governo exige que todos os produtos cosméticos passem por testes prévios em animais antes de serem vendidos.

Com isso, as multinacionais de países com legislação mais dura e protecionista com os animais se deslocam para a China, onde podem realizar testes à vontade, por ser algo não só permitido, mas obrigatório.

Trata-se de um método atrasado considerando os relevantes avanços da comunidade científica na biotecnologia, por exemplo, além da ampla campanha de combate à exploração animal promovido por ONGs e entidades filantrópicas.

China anuncia fim de testes da indústria de cosméticos em animais
Foto: Reprodução / Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémCirco alemão cria lindos hologramas por se recusar a usar animais reais

Mas há boas notícias no horizonte: após quase uma década de discussão, o Instituto de Ciências In Vitro (IIVS) anunciou que o governo chinês aprovou nove métodos de pesquisa e testagem não baseados em animais, cuja legislação entrará em vigor em 2020.

Segundo um comunicado à imprensa, as novas resoluções serão consideradas em todo o processo de registro e aprovação antes da comercialização de produtos.

Houve um trabalho de convencimento das autoridades por parte da IIVS em parceria com a Associação Nacional de Produtos Médicos da China (NMPA) sobre a confiabilidade e segurança dos procedimentos in vitro visando modernizar a regulamentação e acabar, de vez, com os testes em animais.

As empresas e indústrias que não seguirem a nova regulamentação serão multadas. O valor cobrado ainda não foi anunciado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também193 empresas brasileiras que não testam seus produtos em animais

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: B9

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,599SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem compra carne para menino que pedia dinheiro na rua e dá lição

Mais triste do que ver uma criança pedindo dinheiro na rua é ignorá-la.

Universidade desenvolve pratos descartáveis feitos de folhas

As tigelas suportam até água quente, sem vazamento e se degradam naturalmente depois de serem descartadas.

Como crianças reagem a um prato vazio

Em um mundo capaz de produzir o dobro de alimentos que precisa, morrem por ano 3,5 milhões de crianças de desnutrição. E, para provar...

Envergonhado, morador de rua limpa praia todos os dias

Vergonha, essa é a palavra. Todas as vezes que o morador de rua Dan passava pela praia de Bantry Bay, na Cidade do Cabo (África do Sul), ele sentia vergonha ao ver tanta sujeira.

Mexicano lança papel higiênico ‘TRUMP’ que ajudará entidades de apoio a imigrantes

Parte do lucro das vendas do papel higiênico 'TRUMP' será destinada para instituições de apoio a imigrantes.

Instagram

China anuncia proibição de testes da indústria de cosméticos em animais 2