Chuveiro itinerante dá “ducha” de dignidade para moradores de rua

Um chuveiro itinerante está dando uma “ducha” de dignidade e cidadania para pessoas em situação de rua no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Batizado de Banho da Alegria, o projeto social permite a essas realizarem, gratuitamente, a higiene básica. Uma iniciativa da estudante Ana Paula Rios, 31 anos, e da psicóloga Marihá Lopes, 30 anos, moradoras do bairro Engenho Novo, na Zona Norte. As informações são de O GLOBO.

Leia também: Escola pública inaugura espaço com máquinas de lavar e chuveiros para alunos em situação de rua

Ambas já faziam trabalhos sociais, especialmente na área da Saúde, mas quiseram ir além. A estrutura, uma espécie de trailer adaptado, tem dois chuveiros: um com água fria e outro com água quente. O pai de Ana, o soldador autônomo Paulo da Costa Rios, levou uma semana para construir o chuveiro itinerante.

O dinheiro para começar o Banho da Alegria foi levantado com uma vaquinha online, rifas, bazares e doações recebidas. Os beneficiados têm direito a sabonete, xampu, condicionador e toalha. Todo o material é fruto de doações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cada 15 dias, o projeto visita diferentes pontos da cidade – os voluntários se revezam nas visitas. A próxima ação está planejada para o próximo dia 21, na Praça da Cruz Vermelha, Centro.

crédito da foto: Brenno Carvalho/Agência O GLOBO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Audi mostra que de nada adianta a tecnologia, se ela não emociona

A Audi mostra nesse vídeo uma abordagem sensível e delicada a respeito da tecnologia dos seus carros, fazendo da melhor forma: fugindo do assunto carro e...

Escritora com câncer terminal procura “nova história de amor” para o marido

“É fácil se apaixonar por ele. No meu caso, levou apenas um dia”.

Mulher desiste de doar para criança com câncer por ter mães lésbicas, mas doações disparam após repercussão

Há alguns dias uma mulher voltou atrás de fazer uma doação depois que descobriu que a criança com câncer é filha de mulheres lésbicas.  A história...

‘Vila dos anos 1930’ está revolucionando o tratamento de pacientes com Alzheimer

Localizado em Madson, Ohio, nos Estados Unidos, o lar para idosos Lantern lembra muito uma 'vila dos anos 1930'. As instalações foram pensadas para...

Evento sobre a epilepsia quer desmistificar a doença: não é coisa de outro mundo!

Mais de 3 milhões de brasileiros convivem com a epilepsia. Os principais sintomas da doença incluem contrações involuntárias dos músculos. Mas, a epilepsia não...

Instagram